Surto de sarampo, 19 abril 2017
 
2017-04-19 às 13:30

SURTO DE SARAMPO ESTÁ «EM VIAS DE RESOLUÇÃO»

O Ministro da Saúde, Adalberto Campos Fernandes, afirmou que o surto do sarampo está «em vias de resolução» numa conferência de imprensa em Lisboa, na sequência da confirmação de 21 casos da doença, dos quais já resultou uma morte.

Adalberto Campos Fernandes referiu que «o dispositivo está a funcionar, as autoridades de saúde estão a trabalhar, o Ministério da Saúde e o Ministério da Educação estão a trabalhar em conjunto para tranquilizar os pais» e que «não há razão para alarme».

«Acreditamos que estamos no início de um processo de estabilização», acrescentou, destacando que não foram registados novos casos desde o dia 14 de abril.

Adalberto Campos Fernandes referiu também que se está a assistir «a um combate muito desleal entre a ciência e a opinião» sobre a importância da vacinação, acrescentando que «a melhor resposta é a prevenção»: «É tempo de parar com a opinião e a especulação sobre a evidência científica».

O Ministro confirmou que a jovem de 17 anos que morreu no Hospital de Dona Estefânia, em Lisboa, devido a complicações decorrentes do sarampo, não estava vacinada.

«Não julgamos pais, não fazemos juízos de valor. Por vezes, por falta de informação, são levados a tomar as medidas erradas», acrescentou.
O Ministro da Saúde apelou à população para confiar no sistema de saúde e na capacidade dos que nele trabalham que constituem uma comunidade «solidária e responsável».

O Diretor-Geral da Saúde, Francisco George, afirmou que Portugal não terá uma epidemia de sarampo «de grande escala» porque «o nível de cobertura de vacinação da população é de tal maneira alto que o sarampo encontra resistência para progredir».

«O sarampo só existe em doentes. Só doentes têm o vírus do sarampo. Para circular, é preciso encontrar terreno favorável e nós não temos terreno favorável», afirmou.

Escolas vão receber informação sobre sarampo

O Ministro da Educação, Tiago Brandão Rodrigues, afirmou que a Direção-Geral de Saúde vai enviar a todas as escolas do País uma nota sobre o surto do sarampo para «tranquilizar as famílias».

Durante uma visita à Escola Básica de Solum Sul, em Coimbra, Tiago Brandão Rodrigues referiu que o problema «tende a estabilizar» e «é preciso deixar esta mensagem de tranquilidade às famílias».

A Direção-Geral de Saúde emitiu um comunicado sobre as medidas de prevenção em ambiente escolar e criou um endereço eletrónico para prestar informações sobre o sarampo aos representantes da comunidade escolar e recordou que a Linha Saúde 24 «assegura, como habitualmente, respostas concretas às questões colocadas pelo telefone».

 

Foto: Ministro da Saúde, Adalberto Campos Fernandes, e Diretor-Geral da Saúde, Francisco George, na conferência de imprensa sobre o surto de sarampo, Lisboa, 19 abril 2017 (Foto: António Pedro Santos/Lusa)

Tags: saúde, vacinação, doenças