Forças nacionais destacadas, 5 setembro 2017
 
2017-09-05 às 22:54

«SINTO UM ESPECIAL ORGULHO EM SER PORTUGUÊS» PELO DESEMPENHO DA MISSÃO MILITAR NA REPÚBLICA CENTRO AFRICANA

O Ministro da Defesa Nacional, Azeredo Lopes, recebeu os militares que integraram a primeira força nacional destacada da Republica Centro Africana, no quadro da Missão Multidimensional Integrada das Nações Unidas para Estabilização na República Centro Africana, conhecida por Minusca.

A força integrou 159 militares do Exército e da Força Aérea, entre os quais 90 dos Comandos, que realizaram uma missão de sete meses.

«Quando partiram pedi que cada um de vós fosse um embaixador de Portugal. Deixo um agradecimento do Governo e de Portugal por terem representado Portugal com tanto valor», afirmou o Ministro.

Azeredo Lopes acrescentou que sentia «um especial orgulho em ser português também por vossa causa», «porque eu sei bem o que vi e ouvi a propósito da vossa prestação e por saber que nada vos pode ser apontado».

O Ministro sublinhou a importância da missão, que dignificou «as Nações Unidas e a bandeira de Portugal», devido ao comportamento do contingente português «com muita coragem e com enorme profissionalismo», num cenário exigente e complexo.

Azeredo Lopes deixou uma «palavra especial para o soldado Nelson Semedo», que em julho teve que regressar a Portugal por ter ficado ferido em combate.

Este primeiro destacamento foi substituído por um segundo destacamento, que embarcou dois dias antes.

 

Foto: Ministro da Defesa Nacional, Azeredo Lopes, recebe o contingente português que integrou a missão da ONU na República Centro Africana, Lisboa, 5 setembro 2017

Tags: forças nacionais destacadas, áfrica