Prosseguir reforço da proteção social - XXI Governo - República Portuguesa

Notícias

2018-10-19 às 13h00

Prosseguir reforço da proteção social

Trabalho, Solidariedade e Segurança Social
«Prosseguir o reforço da proteção social através de medidas de promoção da criação de emprego, de medidas de aumento dos rendimentos das famílias e de combate à pobreza» é a ideia-chave do Orçamento do Estado para 2019 na área do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social.

A área do Ministro José António Vieira da Silva propõe-se a «reforçar o abono de família, através do aumento do abono para crianças até aos três anos (130 mil crianças apoiadas) e para crianças entre os quatro e seis anos (+ de 200 mil crianças beneficiadas); e do alargamento das majorações atribuídas até ao primeiro ano de vida às famílias com dois ou mais filhos (mais de 25 mil crianças abrangidas)».

O site do Orçamento do Estado para 2019 refere também o objetivo de «aprofundar a Prestação Social para a Inclusão, concretizando a 2ª fase da Prestação Social para a Inclusão, através do Complemento da PSI como reforço do combate à pobreza e alargar esta prestação à infância e juventude».

A proteção dos idosos, a aposta na qualificação e formação e o reforço da sustentabilidade do sistema de segurança social são outras das metas da área do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social para 2019.