Unidades de Apoio ao Alto Rendimento nas Escolas vão ser alargadas - XXI Governo - República Portuguesa

Notícias

2018-03-19 às 15h57

Unidades de Apoio ao Alto Rendimento nas Escolas vão ser alargadas

Ministro da Educação, Tiago Brandão Rodrigues, após a assinatura do protocolo entre o Clube VII, a Escola Secundária Maria Amália Vaz de Carvalho e o Externato do Parque, Lisboa, 19 março 2018
O Ministro da Educação, Tiago Brandão Rodrigues, afirmou que o número de Unidades de Apoio ao Alto Rendimento nas Escolas vai aumentar de 10 para, pelo menos, 12 no próximo ano letivo.

No final da assinatura do protocolo entre o Clube VII, a Escola Secundária Maria Amália Vaz de Carvalho e o Externato do Parque, em Lisboa, o Ministro referiu que estas unidades permitem que «os atletas de alta competição tenham um apoio tutorial nas escolas e tenham uma atenção por parte dos agrupamentos de escola no seguimento dos seus estudos».

As unidades abrangem atualmente um universo de mais de 300 estudantes e têm o objetivo de articular os agrupamentos de escola, os encarregados de educação, as federações desportivas e os municípios, com o objetivo de conciliar a atividade escolar com a prática desportiva de alunos do ensino secundário enquadrados no regime de alto rendimento ou seleções nacionais.

O Ministro destacou que mais de 85% dos atletas integrados nas unidades de apoio têm sucesso escolar: «É um número muito significativo que demonstra bem a importância de apostarmos nas carreiras duais, onde o desporto e as escolas podem estar compaginados e podendo dar resposta à alta competição e a um percurso escolar com sucesso e equidade».

Protocolo para a prática de padel

O protocolo assinado em Lisboa – o primeiro de vários a serem celebrados – permite que os estudantes da Escola Secundária Maria Amália Vaz de Carvalho e do Externato do Parque possam praticar padel. «É um passo importante para o padel nacional, mas é também um passo importante para o maior clube nacional que é o desporto escolar», disse o Ministro.

Tiago Brandão Rodrigues destacou que o desporto escolar já tem 37 modalidades, 6000 praticantes de desporto adaptado e mais de uma dezena de modalidades de desportos adaptados.

«A partir do momento que os clubes se disponibilizam a abrir as suas portas e trabalhar em conjunto com os agrupamentos de escolas temos uma parceria perfeita para poder alavancar o número de praticantes», disse o Ministro, referindo-se especificamente ao padel.

Mais de 40 clubes de padel irão celebrar protocolos com as escolas da sua área.
Áreas:
Educação