Saltar para conteúdo

Notícias

2019-07-03 às 13h55

Taxa provisória de reutilização de manuais escolares atinge os 45%

Ministro da Educação, Tiago Brandão Rodrigues, na Comissão de Educação e Ciência da Assembleia da República, Lisboa, 3 julho 2019 (Foto: Miguel A. Lopes/Lusa)
O Ministro da Educação, Tiago Brandão Rodrigues, afirmou que quase metade dos manuais disponibilizados às famílias no início do ano letivo 2018/2019 foram reutilizados até ao momento.

Na Assembleia da República, na Comissão de Educação e Ciência, o Ministro destacou que os dados provisórios apontam para uma taxa de reutilização provisória de 45% e acrescentou que «há um conjunto de escolas com uma taxa de reutilização de mais de 50%, enquanto outras conseguiram uma reutilização de 80%.

A sustentabilidade financeira da distribuição gratuita de manuais escolares está dependente da reutilização e Tiago Brandão Rodrigues sublinhou que esta «é também um dever das escolas e das comunidades educativas».

Neste sentido, depois de no início de 2018/19 apenas 4% dos livros emprestados aos alunos serem em segunda mão, houve um conjunto de iniciativas adotadas para aumentar a taxa de reutilização, como a criação de um manual de apoio à reutilização, a atribuição de um prémio e a atribuição de um selo às escolas que se destaquem na reutilização.

Depois de a distribuição gratuita de manuais escolares ter chegado a praticamente meio milhão de alunos do primeiro e segundo ciclos e 2018/2019, a iniciativa será alargada a todos os alunos do ensino escolar obrigatório, o que representa um universo aproximado de 1,2 milhões de estudantes.

Tiago Brandão Rodrigues alertou também que a reutilização dos manuais escolares assume uma importância central na defesa do ambiente.


2500 funcionários com contratos renovados

O Ministro afirmou também que os 2500 assistentes auxiliares que foram contratados para as escolas até 31 de agosto «terão os seus contratos renovados».

«Todos os assistentes operacionais que têm os seus contratos a terminar a 31 de agosto terão os seus contratos renovados», disse.

Tiago Brandão Rodrigues destacou um conjunto de medidas lançadas pelo Governo pra combater as desigualdades sociais no contexto escolar, bem como o lançamento em breve de uma campanha de sensibilização sobre o peso das mochilas.