Saltar para conteúdo

Notícias

2019-04-13 às 17h01

«Primeira Guerra Mundial deixou lastro profundo»

Ministro da Defesa Nacional, João Gomes Cravinho, em Richebourg, França, 13 abril 2019
O Ministro da Defesa Nacional, João Gomes Cravinho, esteve em Richebourg e em La Couture para prestar homenagem aos soldados portugueses que tombaram na Grande Guerra. 

Na cerimónia que assinalou os 101 anos da Batalha de La Lys, em La Couture, o Ministro da Defesa Nacional referiu  que «perante a coragem, o sacrifício e a morte, todas as palavras dos vivos não têm o mesmo sentido que costumamos atribuir».

A visita de João Gomes Craivnho França teve início com uma cerimónia militar no Cemitério português de Richebourg. Durante a sua intervenção, João Gomes Cravinho  agradeceu aos presentes, às autoridades locais e à comunidade pela «ajuda na perpetuação do dever de preservação da memória». 

João Gomes Cravinho referiu que foi igualmente recordado um momento da história «que merece continuar a ser pensado e discutido para que a tragédia não se repita na nossa Europa, na nossa casa comum». 
 
«La Lys e a Primeira Guerra Mundial é algo que deixou lastro profundo, que ainda hoje se faz sentir e se vai construindo», disse o Ministro, acrescentando que este é também o «tempo para homenagear as relações entre Portugal e França, assente na amizade e numa aliança, por uma Europa de paz, onde não há espaço para o ódio».
Tags: França
Áreas:
Defesa Nacional