Portugal vai reforçar canais para levar medicamentos aos luso-venezuelanos - XXI Governo - República Portuguesa

Notícias

2018-10-08 às 13h38

Portugal vai reforçar canais para levar medicamentos aos luso-venezuelanos

A Secretária de Estado da Saúde, Rosa Valente Matos, afirmou que Portugal vai reforçar os canais para fazer chegar medicamentos aos luso-venezuelanos.

Durante uma visita ao Centro de Especialidades Médicas Virgem del Valle, em Anzoátegui, na Venezuela - onde funciona um dos núcleos da Rede Portuguesa de Assistência Médica e Social – A Secretária de Estado referiu que existe, naquele país, «uma grande carência na área do medicamento à qual o Governo português tem estado atento».

Para dar resposta a esta situação, Rosa Valente Matos disse que vai ser assinado um protocolo para que sejam «criados canais mais facilitadores para que os medicamentos cheguem efetivamente àqueles que precisam dele».

O protocolo será assinado entre o Governo de Portugal e as entidades responsáveis como a Embaixada de Portugal em Caracas, os consulados e a Associação de Médicos Luso-venezuelanos.

Rosa Valente Matos, que está na Venezuela pela primeira vez como Secretária de Estado da Saúde, integra uma delegação que acompanha o Secretário de Estado das Comunidades Portuguesas, José Luís Carneiro.

«Estamos aqui hoje porque esta rede existe e faz este levantamento não só em termos de saúde mas também em termos sociais», afirmou a Secretária de Estado, acrescentando que é muito importante ouvir «as pessoas, as suas necessidades e, depois, oferecer aquilo que efetivamente as pessoas necessitam».

Rosa Valente Matos destacou ainda «o sorriso e a esperança na cara» dos emigrantes com quem falou e que estão no país há 50 anos, apesar das dificuldades.

«Há uma grande esperança neles. Isso eu gostei de ver. Eles acreditam na nossa ajuda e acreditam que isto efetivamente pode melhorar. Gostei de ver o sorriso, o olhar sereno, preocupado mas sereno e de esperança», concluiu.