Portugal tem de estar preparado para «poder contribuir para a produção de novos conhecimentos» - XXI Governo - República Portuguesa

Notícias

2017-12-06 às 16h05

Portugal tem de estar preparado para «poder contribuir para a produção de novos conhecimentos»

Ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Manuel Heitor, no Fórum Permanente para as Competências Digitais, Coimbra, 6 dezembro 2017
O Ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Manuel Heitor, afirmou que Portugal «tem de estar preparado não apenas para usar mas também para poder contribuir para a produção de novos conhecimentos».

Em Coimbra, no Fórum Permanente para as Competências Digitais, o Ministro referiu que Portugal tem de ter capacidade de transformação e processamento e não apenas ter condições para aceder à supercomputação.

«A era digital é também a era dos dados, da informação, das novas ciências», acrescentou Manuel Heitor, na abertura da primeira conferência do evento promovido pelo Governo no âmbito da Iniciativa Nacional em Competências Digitais (Portugal INCoDe.2030).

Para alcançar o desígnio, é necessária «uma mobilização de largo espetro, desde aquilo que se passa nas freguesias ou em casa de cada um até ao que se passa nos centros de investigação».

Este objetivo exige um esforço «massivo e coletivo» e tem de ser desenvolvido com uma capacidade contínua de autocrítica e capaz de identificar o que se está a fazer e o que não se consegue fazer.

«Importa sobretudo respeitar os falhanços e aprender com os falhanços uns dos outros, comparando-os sempre», acrescentou Manuel Heitor.

O Fórum em Coimbra permite fazer esta comparação nas várias áreas de atuação e ainda comparar com o que as restantes sociedades estão a fazer neste domínio: «O desafio é identificar e adaptar as melhores políticas e as novas práticas num esforço contínuo de crítica mas também de aprender a fazer mais e melhor».