Portugal reembolsa tranche mais cara do empréstimo ao FMI muito antes do fim do prazo - XXI Governo - República Portuguesa

Notícias

2018-01-24 às 21h14

Portugal reembolsa tranche mais cara do empréstimo ao FMI muito antes do fim do prazo

Portugal pagou antecipadamente mais uma parcela do empréstimo ao Fundo Monetário Internacional (FMI), de valor equivalente a 831 milhões de euros, que se vencia entre maio e junho de 2021. 

Esta operação permitiu amortizar a última tranche do empréstimo com a taxa de juro mais elevada, referiu o gabinete do Ministro das Finanças, em comunicado 

O montante em dívida ao FMI diminui para cerca de 4,53 mil milhões de euros, fazendo com que 83% do empréstimo total tenha já sido liquidado. 

Poupança em juros superior a 850 milhões de euros

Desde novembro de 2015, as poupanças diretas em juros ascendem a cerca de 864 milhões de euros. 

Um pedido de nova autorização para pagamentos antecipados poderá ser equacionado, no âmbito da gestão da dívida pública. 

Este reembolso é um marco para a gestão das contas públicas pós-Programa de Assistência Económica e Financeira, ao contribuir para a redução do custo de financiamento do Estado e para a melhoria da sustentabilidade da dívida soberana.
Tags:
dívida
Áreas:
Finanças