Portugal não esquece os seus emigrantes - XXI Governo - República Portuguesa

Notícias

2018-05-05 às 10h06

Portugal não esquece os seus emigrantes

Primeiro-Ministro António Costa e Primeiro-Ministro do Canadá, Justin Trudeau, com a comunidade portuguesa e lusodescendente, Toronto, 4 maio 2018
Os Primeiros-Ministros de Portugal, António Costa, e do Canadá, Justin Trudeau, encontraram-se com centenas de pessoas pertencentes à comunidade portuguesa, em Toronto. 

O Primeiro-Ministro afirmou que Portugal não esquece os seus emigrantes e estará sempre junto deles, quer através do Governo nacional, quer através do Governo regional dos Açores – cujo Presidente, Vasco Cordeiro, acompanhou a visita –, de onde é proveniência parte significativa da comunidade portuguesa no Ontário.

António Costa afirmou que as relações entre Portugal e o Canadá «vão aprofundar-se» na sequência desta visita oficial. «Mas aquilo que dá força às relações únicas entre Portugal e o Canadá é o facto de essa relação ser feita no dia-a-dia, ao longo destas décadas, por cada um e por cada uma de vós, pelo prestígio da comunidade portuguesa aqui no Canadá», sublinhou.

O Primeiro-Ministro destacou igualmente «a excelência da integração» dos portugueses no Canadá e a «conhecida capacidade de trabalho, de empreendedorismo e de iniciativa» da comunidade.

«A forma como vocês são respeitados no Canadá torna muito fácil a um Primeiro-Ministro de Portugal quando aqui chega apresentar o nosso país. Antes de nós dizermos que Portugal é assim, os canadianos já sabem que Portugal são os portugueses que vivem aqui no Canadá - o Canadá este país irmão», disse.

António Costa afirmou que há «uma magia extraordinária da nossa forma de estar no mundo. Temos a capacidade de, estando no Canadá ser canadianos, mas nunca deixando de ser portugueses. Mas temos também a capacidade de estando em Portugal ser portugueses, mas nunca deixando de ser canadianos. A oportunidade de alguém ter duas pátrias não diminui ninguém».

O Primeiro-Ministro referiu-se também às alterações legislativas para facilitar a atribuição da nacionalidade portuguesa a lusodescendentes, ao recenseamento automático dos emigrantes e à perspetiva de um acordo com o Governo do Canadá no domínio da Segurança Social.

Sociedades tolerantes e inclusivas

No seu discurso no almoço oferecido pelo Primeiro-Ministro do Canadá, Justin Trudeau, o Primeiro-Ministro português afirmou que «Portugal e o Canadá constroem sociedades tolerantes e inclusivas». 

«Os dois países partilham uma experiência de integração, de cidadania e de multiculturalismo, assim como promovem a cooperação internacional em organizações de caráter multilateral», disse ainda, acrescentado que o mundo que portugueses e canadianos querem construir é feito de «pontes entre pessoas, países e continentes».

Por isto, «Portugal e Canadá são dois países contribuintes líquidos para a paz e para a segurança no mundo», sendo aliados na NATO e estando empenhados na defesa do desenvolvimento sustentado e no combate às alterações climáticas.

Centro de Estudos da Língua e da Cultura Portuguesa de Toronto

O Chefe do Governo anunciou que o Centro de Estudos da Língua e da Cultura Portuguesa na Universidade de Toronto – o único existente no Canadá – já dispõe de um espaço próprio, «para continuar a valorizar a importância da nossa língua e cultura». 

O Centro tinha sido criado através de um acordo entre o Governo, representado pelo Secretário de Estado das Comunidades Portuguesas, José Luís Carneiro, e a Universidade de Toronto, e esteve a funcionar sem espaço físico próprio, embora oferecendo um programa diversificado de atividades culturais que se dirigem aos alunos do programa de estudos portugueses da Universidade de Toronto, como também a um público mais abrangente.

Esta é «mais uma medida para estreitar as relações bilaterais entre Portugal e o Canadá», disse António Costa, acrescentando que «e um trabalho que temos de continuar».