Portugal e Áustria promovem conferências para discutir políticas científicas - XXI Governo - República Portuguesa

Notícias

2018-09-19 às 11h15

Portugal e Áustria promovem conferências para discutir políticas científicas

O Ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Manuel Heitor, afirmou que Portugal quer influenciar as políticas científicas europeias e «ajudar o debate» sobre a melhor forma de financiar a ciência europeia na próxima década.`

Manuel Heitor falava acerca das Conferências Gago sobre Política Científica Europeia (The Gago Conferences on European Science Policy) que decorrerão em Viena, Áustria, e juntarão meia centena de governantes, cientistas e dirigentes da Organização Europeia para a Pesquisa Nuclear (CERN), da Agência Espacial Europeia e da Euroscience.

Esta conferência - que parte de uma iniciativa portuguesa e da presidência austríaca da União Europeia - irá homenagear o antigo Ministro da Ciência, José Mariano Gago, e incluirá um momento de reflexão sobre a política científica europeia. Manuel Heitor pretende que as Conferências Gago ocupem o lugar vazio de discussão de política científica na Europa.
 
Está também marcado um Conselho de Ministros da Investigação na Europa para definir as perspetivas financeiras para o setor, um tema também em foco no Conselho Europeu previsto para novembro.

O Ministro acrescentou que esta conferência será uma referência «no debate para a definição do chamado Horizonte Europa», o programa de financiamento para a investigação, entre 2021 e 2027, no valor de 100 mil milhões de euros, «o mais ambicioso de sempre».

«Neste momento há uma discussão aberta sobretudo sobre o nível de participação das pessoas e daquilo que se chama a orientação do financiamento à investigação em função de grandes missões», como a cura do cancro ou do Alzheimer, a «redução dos níveis de CO2 nas cidades ou a limpeza dos oceanos», referiu o Ministro.

Manuel Heitor afirmou ainda que a conferência pode «ajudar ao debate sempre centrado no reforço daquilo que é a política científica na Europa» e à melhoria das formas de financiamento.
 
«Vamos ouvir cientistas, decisores políticos, e criar um dia de reflexão para melhor informar as decisões políticas que serão tomadas a nível europeu nos próximos meses», disse o Ministro.