Portal InfoEscolas: Há mais percursos diretos de sucesso entre os alunos do 3.º ciclo do ensino básico e do ensino secundário - XXI Governo - República Portuguesa

Notícias

2018-01-11 às 14h31

Portal InfoEscolas: Há mais percursos diretos de sucesso entre os alunos do 3.º ciclo do ensino básico e do ensino secundário

Aumenta a percentagem de alunos a cumprir percursos diretos de sucesso no 3.º ciclo do ensino básico e no ensino secundário, ou seja, os alunos que não sofrem qualquer retenção ao longo destes ciclos de estudos e, no final, são também bem sucedidos nas provas finais de 9.º ano ou nos exames do 12.º ano. 

Este indicador estatístico está pelo segundo ano disponível no portal InfoEscolas, portal das estatísticas do ensino básico e secundário, que atinge este ano mais uma nova etapa, alargando a cobertura de informação estatística ao ensino profissional, abrangendo já cerca de 5350 escolas e 1 250 000 alunos. 

Os percursos diretos de sucesso constituem o indicador mais robusto de que a Direção-Geral de Estatísticas da Educação e Ciência atualmente dispõe sobre os resultados globais dos alunos em todas as escolas de Portugal Continental (públicas e privadas) uma vez que mostram a evolução do aluno ao longo do ciclo evidenciando as melhores práticas de cada escola no acompanhamento desses percursos e melhoria dos resultados dos alunos. 

Por outro lado, a apresentação de painéis por disciplina continuam a providenciar informação detalhada sobre os resultados das escolas nas diversas provas de avaliação externa, englobando as várias áreas disciplinares e disciplinas, bem como domínios, no caso das provas de aferição, objeto de avaliação externa.

Informação mais completa

Na sequência do alargamento realizado em maio de 2017, em que ficaram disponíveis, pela primeira vez, dados sobre cerca de 4 000 escolas e aproximadamente 400 000 alunos do 1.º ciclo do ensino básico geral, público e privado, a atualização agora disponibilizada integra informação mais completa sobre o ensino secundário, com a caracterização da oferta de cursos profissionais.

Para as escolas com ensino secundário é apresentada informação estatística sobre a sua oferta educativa e formativa (ano de referência: 2015-2016), identificando-se para os cursos profissionais indicadores demográficos e de desempenho da população de alunos de cada escola, bem como dados nacionais e dados desagregados por distrito e por concelho como o número de alunos, a distribuição por idade, sexo e curso profissional.

Cumpre-se, assim, mais uma fase importante do trabalho que a área da Educação, através da Direção-Geral de Estatísticas da Educação e Ciência, em articulação com o Júri Nacional de Exames, tem desenvolvido no sentido de fornecer mais e melhor informação com vista à promoção do sucesso escolar de todos os alunos, nos diversos níveis e modalidades de ensino e formação que constituem os 12 anos da escolaridade obrigatória.

Prestação de contas

Fica concretizado, em cumprimento do princípio da transparência e da necessidade de prestação de contas, o esforço de ampliação dos indicadores disponíveis para o público, em geral, e para as escolas, em particular. Providencia-se a todos o acesso a informação mais completa e de melhor qualidade, apostando-se na sua apropriação pelos profissionais educativos, nas escolas, bem como pelos encarregados de educação. 

Neste âmbito, importa voltar a registar que este manancial de informação não deve prejudicar outras formas de conhecer e divulgar o trabalho de cada escola, na singularidade do seu contexto, pelo que outros indicadores e outras fontes de informação devem ser sempre ser convocados, para que se possa melhor representar o sistema e promover a sua melhoria.