Saltar para conteúdo

Notícias

2018-12-25 às 21h50

Obras da nova ala pediátrica do Hospital de S. João arrancam em 2019

Ministra da Saúde, Marta Temido, com Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, na visita à Ala Pediátrica do Centro Hospitalar Universitário de São João, Porto, 25 dezembro 2018 (Foto: José Coelho/LUSA)
A Ministra da Saúde, Marta Temido, afirmou que as obras da nova ala pediátrica do Centro Hospitalar de São João, no Porto, deverão arrancar em 2019 e ficar concluídas em 24 meses.

No final de uma visita aos serviços pediátricos do Hospital de São João, onde acompanhou o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, Marta Temido referiu que obras poderão começar em abril, depois de um período para a revisão do projeto - algo que o Código dos Contratos Públicos exige por razões de segurança - e o processo de ajuste direto.

Considerando que os riscos de derrapagem nos prazos existem sempre, a Ministra referiu que «aquilo que estamos apostados em fazer é cumprir este cronograma e minimizar todos os riscos possíveis no sentido de garantir que esta obra acontece».

Marta Temido destacou também a aposta da área governativa da Saúde, do Conselho de Administração do Hospital de São João e da Administração Regional de Saúde em «tentar minimizar as condições em que as crianças, daqui até à conclusão da obra, vão estar a ser tratadas».

«Há aspetos que, no curto prazo, é possível resolver», como é o caso do «melhoramento dos pavilhões», e «há outros que, no médio prazo, será possivel resolver», designadamente, as «áreas mais sensíveis sob o ponto de vista da assistência pediátrica», disse a Ministra, acrescentando que, «depois, é tentar que o prazo normal de realização desta obra corra o mais rápido possível».

A partir de março de 2019, e com a conclusão das obras em curso nos pisos 7 e 8 do edifício central, será possível a transferência de crianças da pediatria oncológica e da pediatria cirúrgica para espaços do edifício central do hospital.

No internamento da pediatria médica mantêm-se, para já, as instalações provisórias, até ser encontrada solução alternativa adequada. Estas instalações serão, entretanto, alvo de obras de remodelação e expansão, que permitam dar mais conforto às crianças e aos jovens internados, bem como aos respetivos familiares.

Em janeiro de 2017, o Ministério da Saúde aprovou a construção da ala pediátrica, anunciando um investimento de cerca de 20 milhões de euros.

A Assembleia da República aprovou a 27 de novembro, por unanimidade, a proposta de alteração do PS ao Orçamento do Estado para 2019, de forma a prever o ajuste direto para a construção da Ala Pediátrica.

Tags: saúde, hospitais
Áreas:
Saúde