Saltar para conteúdo

Notícias

2019-04-10 às 14h02

Mosteiro de Arouca adjudicado a grupo hoteleiro através do programa Revive

«A conversão deste espaço não utilizado do Mosteiro de Arouca num hotel mostra a dinâmica do programa Revive», afirmou a Secretária de Estado do Turismo, Ana Mendes Godinho, na assinatura do contrato de concessão do Mosteiro, em Arouca. 

Ana Mendes Godinho referiu ainda que esta conversão demonstra «a capacidade que o turismo está a ter, de alargar ao longo de todo território e de ser um instrumento de desenvolvimento regional».

«Com a concessão do Mosteiro de Arouca será possível valorizar a herança histórica deste monumento nacional e aproximá-lo dos cidadãos», disse a Secretária de Estado da Cultura, Ângela Ferreira. 

«O programa Revive garante, assim, a reabilitação deste importante património, devolvendo-lhe centralidade e atratividade», acrescentou também Ângela Ferreira.

Termos da concessão

O concurso para a concessão do Mosteiro de Arouca por 50 anos foi ganho pelo grupo MS Hotels & Resorts, que irá investir cerca de 3,5 milhões de euros para recuperar o edificado.

Por este meio, o grupo hoteleiro compromete-se a construir um hotel de 4 estrelas com cerca de 70 quartos, centro de bem-estar, piscinas interior e exterior, e campo de padel, para além de um restaurante.

Programa Revive

Este é o sétimo concurso a ser adjudicado no âmbito do Revive, estando atualmente abertos mais cinco concursos: Casa de Marrocos (Idanha-a-Velha), Convento do Carmo (Moura), Mosteiro de Lorvão (Penacova), Quinta do Paço de Valverde (Évora) e o Castelo de Vila Nova de Cerveira.

Os próximos imóveis a irem a concurso serão o Paço Real de Caxias (Oeiras), o Mosteiro de São Salvador de Travanca (Amarante) e o Forte da Barra (Aveiro).