Saltar para conteúdo

Notícias

2019-07-09 às 13h44

Ministro da Administração Interna inaugura novo quartel da GNR em Alcanena

Ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita, na inauguração do posto da GNR em Alcanena e na entrega de 25 viaturas à Guarda Nacional Republicana, Alcanena, 9 julho 2019 (Foto: Paulo Cunha/LUSA)
O Ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita, presidiu à cerimónia de inauguração do novo quartel da Guarda Nacional Republicana (GNR) de Alcanena. As novas instalações tiveram investimento de 450 mil euros provenientes da administração central e foram construídas com o apoio da autarquia.
 
Na mesma cerimónia foram entregues as últimas 25 viaturas para a Unidade de Proteção e Socorro da GNR (destinadas aos distritos de Bragança, Viseu e Aveiro) e que passaram, conforme referiu o Ministro, de 500 efetivos para mais de 1200. Também os centros de meios aéreos na região aumentaram de 22 para 41.
 
Eduardo Cabrita disse que foi com «muita alegria» que viu resolvido, em dois anos, um problema com mais de 20 anos e destacou o impacto da Lei de Programação de Investimentos, que disponibiliza, entre 2018 e 2021, uma verba de 450 milhões de euros para investimento nas forças e serviços de segurança.
 
Segundo o Ministro, foi também esta lei que permitiu a atribuição de 2000 viaturas às forças de segurança, com cerca de 300 entregues este ano à GNR, além do investimento em armamento, equipamento de proteção individual, renovação das áreas de apoio (radares, alcoolímetros e material informático), estando ainda em curso o levantamento de necessidades para depois de 2021.
 
Segundo o Ministro existem, atualmente, cerca de 80 instalações das forças de segurança em várias fases de intervenção no distrito de Santarém, como é o caso do quartel da GNR de Salvaterra de Magos, da esquadra da PSP no Entroncamento e da Escola Prática de Polícia, em Torres Novas.
 
No caso da Câmara Municipal de Alcanena, o Ministro destacou a parceria com o Governo para «dotar o posto com condições operacionais para a GNR continuar a garantir que, também nesta região, Portugal é um País seguro para turistas, residentes e investidores». 
 
Eduardo Cabrita relembrou que este concelho é um «ponto fulcral na rede de autoestradas» do País e que tem o maior pólo da indústria de curtumes, bem como vasta área natural.
 
As obras de adaptação do edifício adquirido, em 2015, pela Câmara de Alcanena à empresa EDP iniciaram-se há um ano, tendo o município cedido as instalações à área governativa da Administração Interna.
 
A presidente da Câmara de Alcanena, Fernanda Asseiceira, por sua vez, lembrou os mais de 20 anos de «muitos contactos, reuniões, insistências», para que a região tivesse um reforço dos meios da GNR. A presidente atribuiu ainda o avanço da obra, agora inaugurada, à visita da Secretária de Estado da Administração Interna, Isabel Oneto, em 2016.