Saltar para conteúdo

Notícias

2019-01-10 às 19h07

Maiores ETAR vão ter de valorizar 20% dos caudais tratados

O Secretário de Estado do Ambiente, Carlos Martins, afirmou que o Governo vai obrigar as 50 maiores estações de tratamento de águas residuais (ETAR) a apresentar um plano de ação para valorizar 20% dos caudais que são tratados.

«Vamos tornar já obrigatório, também por legislação, que as 50 maiores ETAR terão de apresentar ainda durante o ano de 2019 um plano de ação para que dentro de cinco anos valorizem pelo menos 20% dos caudais que são tratados. E espero que essa ambição possa ser estendida a outras mais pequenas», afirmou o Secretário de Estado na inauguração das obras de remodelação e de ampliação da ETAR de Proença-a-Nova.

A obra representa um investimento de 514 mil euros, que está inserido numa estratégia do próximo Quadro Comunitário de Apoio, no qual estarão contemplados 90 milhões de euros para permitir aos municípios implementar redes para rega, refrigeração industrial, lavagem de ruas, rega de parques desportivos, entre outras utilizações.

O Secretário de Estado destacou que nos últimos trinta anos Portugal passou de ter uma população inferior a 30% que era servida por um serviço de saneamento básico completo para um valor no limiar dos 90%. Carlos Martins acrescentou que foi este trabalho, de quase dez mil milhões de investimentos, que permite que Portugal tenha o maior número de bandeiras azuis por quilómetro de praia.

«E sabemos o quão importante é hoje o turismo para a economia nacional», referiu.