Governo quer reduzir custos das famílias com o ensino superior - XXI Governo - República Portuguesa

Notícias

2019-01-07 às 14h03

Governo quer reduzir custos das famílias com o ensino superior

Ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Manuel Heitor, Convenção Nacional do Ensino Superior 2030, Lisboa, 7 janeiro 2019
O Ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Manuel Heitor, afirmou que o Governo tem o objetivo de reduzir os custos que as famílias com filhos têm com o ensino superior para promover a igualdade de oportunidades e uma sociedade mais equitativa.
 
Em Lisboa, na Convenção Nacional do Ensino Superior 2030, o Ministro referiu que a intenção é ir ao encontro dos ideais europeus que «levam a pensar que não são os estudantes e as famílias que têm de cobrir grande parte das despesas, mas sim aqueles que beneficiam do ensino superior».
 
Manuel Heitor destacou que nos últimos três anos o Governo já aumentou em 24% o número de bolsas de ação social escolar e que os portugueses terão de fazer um esforço coletivo para que Portugal possa acompanhar a tendência europeia.
 
«Temos um sistema muito diversificado na Europa, mas a tendência normal é reduzir, no prazo de uma década, os custos das famílias sem reforçar a carga fiscal, mas equilibrando os rendimentos, para que sejam os beneficiários individualmente e os empregadores a ter maiores contribuições no ensino superior», acrescentou.
 
O Ministro referiu que «aprender no ensino superior garante acesso a melhores empregos», pelo que é fulcral alargar esta possibilidade a mais jovens, reduzindo os custos diretos das famílias e promovendo a igualdade de oportunidades na construção de uma sociedade mais equitativa e com um ensino superior «menos elitista, massificado e mais aberto a todos».
 
Nos últimos três anos houve um crescimento de «cerca de 290 milhões de euros do investimento público e privado na investigação e desenvolvimento», mas Manuel Heitor reiterou as metas mais ambiciosas para alcançar até 2030: duplicar a despesa pública e multiplicar por quatro a despesa privada.
 
O Ministro acrescentou ainda a meta de aumentar a percentagem de jovens no ensino superior. «Se hoje temos quatro em cada dez jovens de 20 anos no ensino superior, temos de chegar a seis em cada dez jovens com 20 anos participando no ensino superior.»