Saltar para conteúdo

Notícias

2019-01-21 às 21h05

Governo desenvolve políticas que resgatam ensino profissional de posição secundária

Ministro da Educação, Tiago Brandão Rodrigues, no seminário «O Percurso das Qualificações em Portugal e o Contributo das Escolas Profissionais», Porto, 21 janeiro 2019
O Ministro da Educação, Tiago Brandão Rodrigues, afirmou que o Governo tem estado a «desenhar, construir e realizar» políticas que resgatam o ensino profissional de uma posição secundária para o colocar numa posição de igualdade com o humanístico e científico.
 
«Valorizar o ensino profissional implica, pois, fazer com que seja uma via de ensino com a mesma qualidade das demais e em plena igualdade com as demais. Não um depósito de insucessos precoces, nem uma estrada secundária que segue em diagonal - e nunca em paralelo - face à autoestrada para onde todos olham», afirmou.

O Ministro discursava no seminário nacional «O Percurso das Qualificações em Portugal e o Contributo das Escolas Profissionais», organizado pela Associação Nacional de Escolas Profissionais, no Porto.
 
Tiago Brandão Rodrigues afirmou que a atual exigência do desenvolvimento do País é erguer o ensino profissional a um nível de «absoluta igualdade», em quantidade de oferta e em reputação de qualidade, com o ensino científico-humanístico.

Portugal precisa de tornar este ensino «mais apelativo, mais inclusivo e mais reconhecido» no mercado de trabalho, adequando a oferta de cursos profissionais às dinâmicas do mercado de trabalho em cada região.

O Ministro recordou ainda que o ensino profissional foi por «opções políticas erradas» e por razões socioeconómicas e culturais do País «inaceitavelmente desvalorizado».