Saltar para conteúdo

Notícias

2019-04-24 às 14h49

Governo aprova contratos de investimento de 89 milhões de euros

Ministra da Presidência e Modernização Administrativa, Mariana Vieira da Silva, na conferência de imprensa do Conselho de Ministros, Lisboa, 24 abril 2019

O Conselho de Ministros aprovou um conjunto de minutas de contratos fiscais de investimento, a celebrar entre o Estado e seis empresas, cujos projetos representam um investimento superior a 89 milhões de euros.

Na conferência de imprensa após o Conselho de Ministros, a Ministra da Presidência e Modernização Administrativa, Mariana Vieira da Silva, referiu que esta medida irá permitir «a criação de 287 novos postos de trabalho até 2022».

Os investimentos abrangidos por estes contratos são os seguintes: 

Investimento de 8,3 milhões de euros que prevê a criação de 15 postos de trabalho até 2021 da Fibope Portuguesa, Filmes Biorientados.

Investimento de 6,2 milhões de euros com criação de 117 postos de trabalho até 2020 da Hutchinson, Tubos Flexíveis.

Investimento de 18,3 milhões de euros que deverá criar 128 postos de trabalho até 2020 da Eurostyle Systems Portugal, Indústria de Plásticos de Borracha.

Investimento de 42,4 milhões de euros que prevê a criação de 10 postos de trabalho até 2022
da Sonae Arauco Portugal.

Investimento de 9,5 milhões de euros que promove a criação de 11 postos de trabalho até 2020 da Panpor, Produtos Alimentares.

Investimento de 4,5 milhões de euros que deverá criar seis postos de trabalho até 2020 da Wieland Thermal Solution.

Aditamentos a contratos já existentes

Foram também aprovados aditamentos às minutas de contratos fiscais de investimento celebradas entre o Estado e a Celtejo e a Hikma Farmacêutica.

No caso da Celtejo, empresa de celulose do Tejo, foi aumentado o crédito de IRC para 20%, tendo um investimento associado de 82,5 milhões de euros, enquanto para a Hikma Farmacêutica se prorrogou a data de conclusão do período de investimento em seis meses.