Défice orçamental de 2017 será inferior a 1,3% - XXI Governo - República Portuguesa

Notícias

2017-12-21 às 18h02

Défice orçamental de 2017 será inferior a 1,3%

Primeiro-Ministro António Costa e membros do Governo apresentam cumprimentos de Natal ao Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, Lisboa 21 dezembro 2017
O Primeiro-Ministro António Costa afirmou que o défice orçamental de 2017 será inferior a 1,3% do Produto Interno Bruto, abaixo da meta de 1,4% estabelecida pelo Governo, durante a apresentação de cumprimentos de Natal ao Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa.

«Tivemos no ano passado o menor défice da nossa democracia, e este ano vamos ter um défice que hoje já podemos dizer», «será inferior a 1,3%», disse o Primeiro-Ministro na cerimónia em que estiveram os membros do Governo e que decorreu no Palácio de Belém em Lisboa. 

António Costa começou por reafirmar «aquilo que deve ser o bom relacionamento entre órgãos de soberania e a forma irrepreensível como a solidariedade institucional se tem manifestado entre o Presidente da República e o Governo, entre o Governo e a Presidência da República, ao longo destes dois anos em que temos trabalhado em conjunto, quer nas boas horas, quer nas horas más».

O Primeiro-Ministro referiu ainda que 2017 «foi um ano em que tivemos importantes sucessos, mas em que vivemos traumaticamente a maior tragédia humana provocada por catástrofes naturais de que qualquer um de nós tem memória». 

«Foi um choque coletivo para todos nós», disse, acrescentando que «foi um choque coletivo que, simultaneamente, não diminuiu a capacidade do país de reagir nas horas más e de responder».