Saltar para conteúdo

Notícias

2019-06-20 às 19h50

Conferência em Lisboa para valorizar perspetiva da juventude na Agenda 2030

Lisboa recebe entre 21 e 23 de junho a Conferência Mundial de Ministros Responsáveis pela Juventude 2019 e o Fórum da Juventude Lisboa+21 com o objetivo de «intensificar os compromissos para integrar a perspetiva da juventude na implementação da Agenda 2030.

A sessão de abertura vai contar com as intervenções do Presidente da República de Portugal, Marcelo Rebelo de Sousa, e do Ministro da Educação, Tiago Brandão Rodrigues, enquanto o Secretário-Geral das Nações Unidas, António Guterres, e o Primeiro-Ministro António Costa vão estar presentes no encerramento dos trabalhos.

A Conferência Mundial tem lugar 21 anos depois de Portugal ter organizado a Conferência Mundial de Ministros Responsáveis pela Juventude. Na altura, a declaração final confirmou o compromisso de Ministros e outros líderes mundiais a trabalhar com a juventude num conjunto de políticas e programas que fossem ao encontro das preocupações dos jovens e melhorassem as suas vidas.

A conferência e o Lisboa+21 terão com objetivo «proporcionar um espaço onde os Estados e as pessoas jovens possam disponibilizar informação sobre os esforços nacionais para tornar os compromissos da Declaração de Lisboa de 1998 uma realidade, atendendo ao Programa Mundial de Ação para a Juventude, ao compromisso renovado do Primeiro Fórum Global sobre Políticas de Juventude, em Baku, e ainda aos objetivos e à visão da Estratégia da ONU para a Juventude – Juventude 2030.

Entre os objetivos, estão ainda a facilitação do diálogo sobre estratégias e iniciativas inovadoras e operacionais que promovam a integração da perspetiva da juventude na formulação de políticas e o envolvimento das pessoas jovens na concretização da Agenda 2030, a nível nacional, regional e global; a possibilitação da troca de conhecimentos e experiências no sentido de serem alcançados os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável; o desencadeamento de um debate sobre temas emergentes da juventude e meios para apoiar efetivamente as pessoas jovens a superar os desafios resultados de um mundo em mudança; e a chegada a um compromisso renovado com as pessoas jovens através de políticas e programas eficazes, inovadores e baseados em evidências.

A Lisboa+21 é organizada pelo Governo e pelo Conselho Nacional de Juventude com o endosso do Gabinete da Enviada do Secretário-Geral das Nações Unidas para a Juventude, da Organização Internacional do Trabalho (OIT), da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO), o Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF), o Fundo das Nações Unidas de Apoio à População (UNFPA) e o Departamento de Assuntos Económicos e Sociais das Nações Unidas (UN DESA).