Programa de Revitalização do Pinhal Interior aposta no renascer da floresta e na reconstrução dos territórios afetados pelos incêndios - XXI Governo - República Portuguesa

Notícias

2017-09-17 às 17h20

Programa de Revitalização do Pinhal Interior aposta no renascer da floresta e na reconstrução dos territórios afetados pelos incêndios

A Unidade de Missão para a Valorização do Interior apresentou o Programa de Revitalização do Pinhal Interior, que contém dois eixos estratégicos, centrados no renascer da floresta e na revitalização económica e social dos municípios afetados pelos incêndios.

O Programa de Revitalização do Pinhal Interior foi apresentado em Pedrógão Grande, na data em que se assinalaram três meses que deflagrou o incêndio nesta região.

O documento vai estar 30 dias em discussão pública.

Objetivo e estrutura

O objetivo do Programa de Revitalização do Pinhal Interior é funcionar como um projeto-piloto replicável a outras regiões do País com características semelhantes.

Centrado em dois eixos estratégicos, o Programa de Revitalização do Pinhal Interior assenta, por um lado, numa intervenção centrada no renascer de uma floresta sustentada e resiliente aos riscos, que crie valor para o território.

O eixo um inclui medidas de recuperação dos ecossistemas, a promoção do ordenamento do território e a gestão florestal, o reforço da defesa e da proteção da floresta.

A outra vertente aposta na revitalização económica e social do Pinhal Interior. Denominado eixo dois, tem como objetivos: a diversificação da estrutura económica e desenvolvimento da economia, a promoção de políticas e práticas sustentáveis e da atratividade e coesão territorial, o reforço da qualificação profissional e a estimulação e criação de conhecimento e inovação, e a promoção da inclusão social.

Contexto

O Programa de Revitalização do Pinhal Interior tem como base o documento inicial produzido pelos sete municípios afetados pelos incêndios florestais - Castanheira de Pera, Figueiró dos Vinhos, Góis, Pampilhosa da Serra, Pedrógão Grande, Penela e Sertã – já apresentado ao Primeiro-Ministro, António Costa.

Sendo essencial que vá ao encontro das expetativas desses municípios, o Programa de Revitalização do Pinhal Interior foi-lhes entregue no dia 15 de setembro.

No final da discussão pública, após eventuais ajustes, o Programa de Revitalização do Pinhal Interior será aprovado pelo Conselho de Ministros, e as suas medidas devidamente orçamentadas.

Os contributos no âmbito desta consulta pública devem ser remetidos para: gabinete.umvi@madj.gov.pt