Saltar para conteúdo

Notícias

2018-06-21 às 17h03

Portugal é destino muito atrativo e competitivo para investidores internacionais

Ministro da Economia, Manuel Caldeira Cabral
O Ministro da Economia, Manuel Caldeira Cabral afirmou que «a perceção dos investidores internacionais sobre o nosso País voltou a melhorar»,referindo-se a dados recolhidos pela empresa de consultoria EY, que divulgou um relatório sobre o tema.

O Ministro acrescentou que «esta melhoria de imagem está-se a refletir, não apenas num crescente interesse e numa maior atração para colocar Portugal na ‘shortlist’, mas também na concretização de num aumento muito substancial do número do projetos e de criação de empregos».

«De facto, o número de projetos de investimento aumentou quase 60%, um crescimento que demonstra que Portugal é hoje visto como um destino muito atrativo e muito competitivo pelos investidores internacionais», disse ainda Caldeira Cabral. 

Segundo o estudo, verificou-se um aumento significativo de projetos de investimento de 2016 para 2017, com um novo recorde de 95 investimentos realizados contra 59 em 2016, o que representa um crescimento de 61%.

Este projetos levaram à criação de 7657 empregos, com o setor da indústria a liderar, com 48% do número dos projetos e 41% do emprego. 

A área de Investigação e desenvolvimento aparece como a segunda atividade mais importante, com 18 projetos que criaram 1420 empregos.

O estudo mostra também que os três aspetos mais atrativos em Portugal são a estabilidade do clima social, a potencialidade do aumento de produtividade e os custos do trabalho

Na análise que faz das regiões, o estudo revela igualmente que Lisboa continua a ser a região mais atrativa, nela já se encontrando empresas como a Cisco, a Siemens, e a Google, e que no Norte, onde está a Euronext, a Natixis, a Bosch, a Vestas e a Zaland, o Porto é a cidade mais amigável da Europa para as startup.

Áreas:
Economia