Saltar para conteúdo

Intervenções

2019-06-05 às 17h12

Intervenção do Ministro da Defesa Nacional no colóquio «Portugal e a NATO»

Intervenção do Ministro da Defesa Nacional no colóquio «Portugal e a NATO»

«É sempre um prazer participar nas iniciativas da Assembleia da República e é-me particularmente grato o interesse desta casa pelas questões que se prendem com a segurança e a defesa.

Este é uma área onde o controlo democrático é particularmente desafiante, pela natureza das temáticas, mas de grande relevância. A Assembleia Parlamentar da NATO é uma instituição única, no contexto das alianças militares, desempenhando uma função essencial de prestação de contas e informação entre a Aliança e os Parlamentos Nacionais. 

Gostaria de deixar uma palavra de apreço pelo trabalho muitíssimo relevante que a delegação portuguesa à AP tem desenvolvido e que é amplamente reconhecido.

É, por isso, oportuno começar a minha reflexão exatamente a partir desta dimensão normativa. Em meu entender, a resiliência da Aliança, ao longo da sua conturbada história, advém da combinação de dois fatores. Por um lado, a coesão da comunidade que ela representa e, por outro, o papel aglutinador que a superioridade militar norteamericana tem desempenhado.»

Leia a intervenção na íntegra
Tags: NATO