Saltar para conteúdo

Intervenções

2019-08-22 às 16h44

Intervenção do Ministro da Defesa Nacional na assinatura dos contratos de aquisição das aeronaves KC-390

Assinalamos hoje um momento de enorme relevância para Portugal, e para a nossa Força Aérea em particular. Reforçamos a nossa capacidade estratégica, reforçamos as valências que o Estado português pode colocar à disposição do País, estimulamos a nossa importante indústria aeronáutica, e aprofundamos ainda mais as históricas e profícuas relações com o Brasil.

A aquisição de cinco aeronaves de Transporte Aéreo Estratégico e um simulador, é um dos projetos estruturantes da nova Lei de Programação Militar, publicada no passado dia 17 de junho, após ter sido aprovada pela Assembleia da República com um consenso parlamentar sem precedentes.

Foi consensualmente entendido, há vários anos atrás, que o país precisava de reforçar o seu sistema de forças, por razões múltiplas, incluindo assegurar o cumprimento dos nossos compromissos internacionais e apoiar os nossos cidadãos, quer em território nacional quer os que estão espalhados em diferentes partes do mundo. Seja no âmbito da projeção das nossas Forças Nacionais Destacadas em missões internacionais, ou no apoio às populações nas Arquipélagos dos Açores e da Madeira e na nossa diáspora, a nossa capacidade de lhes prestar apoio tem de ser assegurada por uma Força Aérea devidamente equipada. Essa capacidade ficará plenamente garantida com a substituição dos C-130 pelos novos KC-390, que hoje fica contratualizada.

Leia o discurso na íntegra