Saltar para conteúdo

Intervenções

2019-02-08 às 22h37

Intervenção da Secretária de Estado da Cultura na estreia da ópera «As Generais da Família Yang»


(...)

Os dois Ministérios da Cultura, e as nossas respetivas Embaixadas em Pequim e em Lisboa, têm vindo a intensificar contactos para desenvolver um conjunto de atividades culturais este ano, objetivando celebrar esta especial relação. Este programa cultural é, também, uma forma de honrar a capacidade de aprendizagem mútua e de valorizar o potencial da diversidade cultural e da diferença.

Assim, este ano e com particular incidência em junho, os Organismos do Ministério da Cultura - no quadro da Ação Cultural Externa e em estreita articulação com o Ministério dos Negócios Estrangeiros - promoverão na China um conjunto de atividades que abrangem desde as artes visuais, as artes performativas, os Arquivos e o livro, até ao Cinema.

Portugal irá mostrar-se culturalmente na China a vários níveis, procurando sempre que possível fazer a ponte com a esta ligação especial entre os dois países.

Estamos, assim, profundamente empenhados em promover a cooperação cultural no quadro desta relação de estreita proximidade e reciprocidade. Estamos profundamente empenhados na projeção de interesses culturais partilhados noutras geografias e disponíveis para cooperações alargadas, trabalho em rede e aproveitamento de oportunidades tidas por estratégicas para a difusão e promoção internacional da Cultura.

Este tipo de iniciativas culturais, que culminam na atuação de hoje, também servem, sem dúvida, como ponto de encontro para a troca de boas experiências e aprendizagem entre peritos, agentes culturais e todos os interessados. A História tem-nos demonstrado que não é apenas com Tratados que se pode aprofundar a cooperação entre Estados.

A Cultura liga o mundo, une povos, promove a coesão. A cooperação cultural entre Portugal e China é, assim, essencial para enriquecer as relações entre os nossos países e povos.

Leia a intervenção na ìntegra
Tags: ópera, China