Saltar para conteúdo

Comunicados

2019-05-17 às 18h01

Grupo de trabalho para estudar substituição de cabos submarinos que ligam Madeira e Açores a Portugal Continental

Foi publicado esta semana em Diário da República o Despacho n.º 4805/2019, assinado pelo secretário de Estado Adjunto e das Comunicações, Alberto Souto de Miranda, que determina a criação de um grupo de trabalho para estudar e analisar a "configuração técnica e financeira mais adequada para a substituição atempada dos cabos submarinos que asseguram as ligações de comunicações" das duas regiões autónomas da Madeira e dos Açores ao Continente. 

A conclusão dos trabalhos deverá acontecer até 31 de dezembro de 2019, com entrega de um relatório ao Governo. 

Como se dá nota no despacho, "as comunicações eletrónicas entre o Continente e as Regiões Autónomas dos Açores e da Madeira são atualmente asseguradas por um sistema de cabos submarinos, o denominado anel CAM, formado por três ligações em triângulo". Sistemas esses que estão a "3/4 da vida técnica máxima (25 anos)".

O relatório será elaborado por representantes de três ministérios (Finanças, Planeamento e Infraestruturas e Habitação), dos dois governos regionais e da ANACOM, que preside. 

O processo está previsto no Orçamento do Estado para 2019 e poderá contar com apoio comunitário. Além de servir para facilitar as telecomunicações, pede-se que o modelo de negócio e de financiamento pondere a sua utilização para "suporte de tráfego associado a projetos científicos, assim como para a deteção sísmica"