Saltar para conteúdo

Notícias

2023-07-26 às 13h18

Portugal quer manter-se na rota do desenvolvimento da inteligência artificial

Ministra da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Elvira Fortunato, Ministro do Ensino Superior, da Investigação Científica e da Inovação de Marrocos, Abdellatif Miraoui, e Secretário de Estado Mário Campolargo, Rabate, 26 julho 2023
«Portugal tem como desígnio assumir uma posição estratégica neste domínio [inteligência artificial] e para tal tem desenvolvido estratégias e iniciativas», afirmou a Ministra da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Elvira Fortunato, na Universidade Mohammed V, em Rabate, Marrocos, onde decorreu o Encontro Marrocos-Portugal, com especial foco no tema da inteligência artificial (IA). 

Elvira Fortunato acrescentou que «no que diz respeito à inteligência artificial, temos apostado na qualificação dos recursos humanos, na captação de investimento estrangeiro e na nossa internacionalização» e deu como exemplos bolsas de doutoramento em projetos de investigação em IA, avisos no âmbito do Horizonte Europa e do Digital Europe Programme, participação ativa em fóruns internacionais, em temas como a regulação, segurança, privacidade e ética, e aprovação de agendas mobilizadoras no âmbito do Plano Nacional de Recuperação e Resiliência com uma forte componente especifica de IA -
Centro de AI Responsável (Unbzabel), Accelerat.IA (Defined.AI) e AI Fights Space Debris (Neuraspace).

O primeiro Encontro Marrocos-Portugal dedicado à IA, realizado na sequência da 14.ª Reunião de Alto Nível entre os dois países no passado mês de maio, permitiu reforçar a cooperação e o diálogo neste domínio entre especialistas, investigadores, estudantes e profissionais do setor, portugueses e marroquinos, e incluiu uma reunião bilateral entre a Ministra portuguesa e o seu homólogo marroquino, Abdellatif Miraoui.

Tratou-se também de uma oportunidade dos Governos dos dois países impulsionarem o Memorando de Entendimento, assinado em maio deste ano, o qual previa incentivar o desenvolvimento de novas colaborações nos domínios das competências digitais, ciências de computação avançada, pólos de inovação digital e exploração regulatória e inteligência artificial, e para tal Portugal fez-se também representar pelo Secretário de Estado da Digitalização e da Modernização Administrativa, Mário Campolargo. 

«Não podíamos estar mais alinhados com a tendência europeia e internacional, quando o mundo debate a importância, o impacto, as oportunidades e os desafios da inteligência artificial para os setores económicos e sociais», acrescentou a tutelar da pasta da ciência.

Elvira Fortunato disse que a colaboração entre Portugal e Marrocos deve ser fortalecida «seja ao nível de beneficiar da nossa cooperação na região do Mediterrâneo através da participação conjunta em projetos de investigação no âmbito da iniciativa PRIMA na área da agricultura e da gestão da água ou ao nível da colaboração regular com o INL em Nanociências ou mesmo no Diálogo 5+5 no qual temos promovido a valorização tecnológica e a construção de estratégias regionais de especialização inteligente».

A Ministra deu ainda como exemplo a necessidade do reforço das sinergias em áreas como a mobilidade académica e científica, o desenvolvimento de parcerias com vista a proporcionar o acesso a infraestruturas nacionais aos cientistas norte-africanos e novas colaborações em competências digitais, inteligência artificial e ciências computacionais avançadas.