Saltar para conteúdo

Notícias

2023-02-07 às 12h07

Portugal acolhe primeiro escritório da OMS dedicado à tecnologia e empreendedorismo em saúde

Ministro da Saúde, Manuel Pizarro, e diretor regional da OMS para a Europa, Hans Kluge, numa reunião de trabalho, Copenhaga, 7 fevereiro 2023
O Ministro da Saúde, Manuel Pizarro, e o diretor executivo do Serviço Nacional de Saúde, Fernando Araújo, formalizaram, no dia 7 de fevereiro, em Copenhaga, um compromisso para instalar em Portugal o primeiro escritório mundial da Organização Mundial de Saúde (OMS) dedicado à Tecnologia, Robótica e Empreendedorismo em Saúde.

A declaração conjunta foi assinada após uma reunião de trabalho entre a comitiva ministerial portuguesa e o diretor regional da OMS para a Europa, Hans Kluge. 

No encontro, os participantes acordaram aprofundar a cooperação nas áreas de Tecnologia da Saúde, Literacia e Empreendedorismo, para promover o acesso universal e equitativo à saúde.

A criação deste escritório em Portugal representa «um passo importante na ação da OMS a nível internacional, e de um modo especial na região europeia, uma vez que a implementação de tecnologias de saúde, acompanhada de programas de literacia digital, contribuirá de um modo decisivo para a modernização dos serviços de saúde, garantindo acesso a cuidados de saúde mais inovadores que respondam às necessidades da população, especialmente dos mais vulneráveis», salientou o Ministério da Saúde.

Para a concretização deste acordo contribuíram as vantagens estratégicas de Portugal e a vocação empreendedora e inovadora do País, objeto de diálogo ao longo dos últimos meses com a OMS/ Europa. 

«O Serviço Nacional de Saúde apresenta hoje, a nível internacional, um dos maiores índices de digitalização, registando-se uma enorme aprovação e adesão dos cidadãos ao registo eletrónico e aos diversos serviços digitais de saúde», sublinhou o Ministério.

Será agora constituído um grupo de trabalho para definir os detalhes infraestruturais e de financiamento, assim como a data de abertura do Escritório da OMS para a Tecnologia, Robótica e Empreendedorismo em Saúde. 

O novo escritório será instalado nas futuras instalações da direção executiva do SNS, no Porto, o que permitirá reforçar as sinergias entre as instituições.

O Ministro da Saúde reiterou junto do diretor regional da OMS «o empenho nacional em torno da edificação de políticas de acesso e promoção da saúde robustas a nível europeu, bem como a visão estratégica do SNS, que elege como um dos eixos prioritários o investimento na transformação tecnológica do sistema público de saúde português». 

Exemplos desse potencial incluem o desenvolvimento de unidades de saúde móveis, equipadas com robótica e equipamentos de ponta, que permitam prestar cuidados de saúde diferenciados, como cirurgia remota, em locais de difícil acesso e/ou junto de cidadãos com problemas de mobilidade.

A direção executiva do SNS manifestou-se «igualmente empenhada em aprofundar o potencial das tecnologias de saúde, incluindo a robótica, para melhorar a eficácia, a eficiência, a segurança e a qualidade dos serviços de saúde junto das populações, centralizando cada vez mais as respostas dos serviços nas pessoas e promovendo a integração e a equidade no acesso aos cuidados», referiu ainda o Ministério da Saúde.

Neste encontro, que abordou ainda temas como o acesso ao medicamento, a segurança do doente e a participação nacional no Programa da OMS para as Emergências em Saúde, foram dados também os primeiros passos na preparação da nova Estratégia de Cooperação Nacional, o instrumento que orienta a ação da Organização Mundial de Saúde nos Estados-Membros, que sucederá ao atual acordo de colaboração bienal (BCA Biennial Collaborative Agreement) entre Portugal e a agência das Nações Unidas para a Saúde.