Saltar para conteúdo

Notícias

2023-06-04 às 15h48

Ministra da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior na atribuição dos Prémio Rei Jaume I

Nos dias 5 e 6 de junho, realiza-se em Valência a tradicional Reunião do Júri dos Prémios Rei Jaume I. A 35.ª edição conta com a participação da Ministra da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Elvira Fortunato, nas reuniões conjuntas da Comunidade Científica Regional do júri, que terá lugar no Claustro, Convento de Santo Domingo, em Valência.

Os Prémios Rei Jaume I têm a particularidade de reunir um conjunto de ilustres personalidades que compõem o painel de jurados e candidatos. Este ano, o júri é composto por cerca de uma centena de individualidades, das quais 21 são Prémio Nobel em diferentes áreas, e quatro das quais comparecerão pela primeira vez como júri, como Klaus Von Klitzing, Prémio Nobel de Física de 1985 (Polónia), Anton Zeilinger, de Física de 2022 (Áustria), Ardem Patapoutian, Prémio Nobel de Medicina de 2021 (Grécia) e Morten Meldan, Prémio Nobel de Química em 2022 (Dinamarca).

Na segunda-feira, pelas 14h00 a Ministra da Ciência participará ainda num almoço com jovens estudantes e investigadores, e visitará os vários institutos e centros de investigação de interesse da comunidade valenciana, simultaneamente com os jurados dos Prémios Rei Jaume I. 

A cerimónia de anúncio dos vencedores desta edição dos Prémios Rei Jaume I, acontece na terça-feira, 6 de junho, pelas 13h30, no Palácio do Governo de Valência (Palau de la Generalitat).

Os Prémios Rei Jaume I, criados em 1989, têm como objetivo promover a investigação e o desenvolvimento científico em Espanha, e são concedidos a personalidades pelo notável trabalho desenvolvido em 6 áreas: Investigação Básica, Economia, Investigação Médica, Proteção Ambiental, Novas Tecnologias e Empreendedorismo.

Trata-se de um galardão importante, no sentido de valorizar a importância atribuída pelo MCTES à investigação, que durante a legislatura, pretende reforçar as suas relações internacionais, especialmente na colaboração com Espanha, e de fortalecer a cooperação científica e tecnológica entre os dois países.   

O encontro é organizado pela Fundação Valenciana de Estudos Avançados, a Fundação Prémios Rei Jaume I e a Fundação José Pastor Fuertes.