Saltar para conteúdo

Notícias

2023-03-24 às 18h07

Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior dirige carta aos estudantes destacando os resultados dos apoios sociais

Dia Nacional do Estudante - 24 de março
Cerca de 73 mil estudantes receberam já, este ano letivo, uma bolsa de estudo no âmbito do ensino superior. Cada estudante bolseiro já recebeu, até ao momento, um financiamento no valor de 1230 euros, o que representa um aumento de 24% face ao mesmo momento do ano letivo anterior (990 euros/estudante) e 49% face ao ano letivo 2020-2021 (828 euros/estudante). O anúncio consta da carta enviada aos estudantes pela Ministra da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior e pelo Secretário de Estado do Ensino Superior e que assinala o Dia Nacional do Estudante. 

A área governativa revela que o montante da bolsa teve «um aumento de 24% face ao mesmo momento do ano letivo anterior (990 euros/estudante) e 49% face ao ano letivo 2020-2021 (828 euros/estudante)». 

Tendo executado, até ao momento, mais de 87 milhões de euros, correspondendo a um aumento de execução de 19% face ao ano letivo anterior, a tutela informa na carta dirigida aos estudantes que «até ao dia de hoje estão decididos 93% dos requerimentos de bolsa de estudo apresentadas, correspondendo a perto de 99 mil processos decididos, o que representa uma clara melhoria face a anos anteriores».
 
O Ministério revela ainda que estão atualmente 77 projetos do Plano Nacional para o Alojamento no Ensino Superior em fase de preparação, projetos ou empreitadas, num valor total de 246 milhões de euros em execução nesta data. 

Elvira Fortunato e Pedro Nuno Teixeira relembram que a sua prioridade é «garantir as melhores condições de aprendizagem, de equidade e de bem-estar para aqueles que estão no centro da nossa missão: os estudantes», elencando o conjunto de medidas já tomadas pela área governativa, em prol dos estudantes, nomeadamente a criação de um contingente prioritário para candidatos beneficiários de escalão A da ação social escolar, o alargamento das oportunidades para candidatos emigrantes e lusodescendentes, o reforço das vagas para maiores de 23 anos,  o Programa Nacional de Promoção de Sucesso e Redução de Abandono no Ensino Superior, o Programa de Apoio à Saúde Mental no Ensino Superior, a iniciativa Graduate Tracking Portugal e a atribuição de bolsas de doutoramento em contexto não académico. 

A carta dirigida aos estudantes encontra-se em anexo.