Saltar para conteúdo
Histórico XXIII Governo - República Portuguesa Voltar para Governo em funções

Comunicados

2023-10-02 às 18h24

Programa Widening da UE para apoio a investigação e inovação

1. Portugal já captou 179,6 M€ no programa Widening da UE para apoio a investigação e inovação

2. Desde 2014, as entidades nacionais participaram em mais de 200 projetos Widening, dos quais 172 foram coordenados por Portugal

Portugal captou 179,6 M€ no programa Widening da União Europeia (UE), num total de 202 projetos aprovados com 172 coordenações nacionais, e a tendência é de crescimento. No anterior programa-quadro (2014-2020), o financiamento foi 97,7 M€ e, desde 2021, durante o novo programa-quadro Horizonte Europa (2021-2027) já foram captados 81,9 M€. A taxa de sucesso nacional também registou um aumento entre os dois programas-quadro (subiu de 25,7% para 39,3%), sendo de salientar que tem vindo a ser consecutivamente bastante superior à média europeia, que ronda os 14-15%. O impacto na geração de emprego cresceu entre os dois programas-quadro: das 200 oportunidades de emprego científico geradas desde 2014, cerca de metade surgiu desde 2021.

A participação nacional no Widening já resultou na implementação de cinco Centros de Excelência em Portugal, desde 2014. O BIOPOLIS na área da biodiversidade (Associação BIOPOLIS), o MIA-Portugal na área do envelhecimento ativo (Universidade de Coimbra), e o NOVA Institute for Medical Systems Biology (Universidade Nova de Lisboa), o iMM-CARE (Instituto de Medicina Molecular João Lobo Antunes) e o The Gene Therapy CoE at the Center of Portugal (UCoimbra), que irão desenvolver os projetos na área da saúde.

A COST, uma das ações do programa Widening, beneficiou, em média, mais de 1500 investigadores anualmente e atraiu mais de 2000 investigadores estrangeiros para Portugal em ações de networking e mobilidade entre 2014 e 2022.

O programa Widening é um dos instrumentos-chave para o fortalecimento dos ecossistemas de inovação nacionais, promovendo parcerias de excelência ao nível internacional e contribuindo para o fortalecimento do Espaço Europeu de Investigação.

A Ministra da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Elvira Fortunato, afirmou que "a participação nacional no programa Widening é a constatação da afirmação em termos internacionais de Portugal e da sua comunidade científica. Numa análise mais geral, no Programa-Quadro Horizonte Europa, com início em 2021, Portugal já viu aprovados para financiamento um total de 1082 projetos correspondendo a um montante de 613 M€, até ao 1º semestre 2023, sendo que 68% deste montante foi captado por Centros de Investigação e Instituições de Ensino Superior. É igualmente importante destacar a importância dessa captação de financiamento para os nossos investigadores que, sucessivamente, têm visto os seus projetos a serem selecionados pelo Conselho Europeu de Investigação".

A Presidente da FCT, Madalena Alves, afirmou que "estes resultados evidenciam uma crescente competitividade nacional em programas europeus, que já se traduziu na implementação em Portugal de centros de excelência em diversas áreas, desde saúde, biodiversidade e envelhecimento ativo e também na geração de emprego científico. O programa Widening tem permitido a integração das instituições nacionais e aos seus investigadores em redes de referência europeias, bem com a promoção de transformações institucionais e sistémicas ao nível da investigação e inovação"

O Presidente da ANI, António Grilo, afirmou:"o programa Widening tem possibilitado a consolidação de ecossistemas de investigação e inovação locais e regionais, fomentado o envolvimento das empresas com a academia, e permitido uma melhor articulação entre o conhecimento de base científico, o setor da inovação e a sociedade em geral".

Leia o comunicado na íntegra no ficheiro em anexo.