Saltar para conteúdo

Notícias

2020-07-09 às 18h45

Portugal e Alemanha estão «muito alinhados» na estratégia de Defesa

Ministro da Defesa Nacional, João Gomes Cravinho, com Ministra da Defesa da Alemanha, Annegret Kramp-Karrenbauer, Berlim, 9 julho 2020
O Ministro da Defesa Nacional, João Gomes Cravinho, afirmou que Portugal e Alemanha têm «uma grande sintonia de perspetivas» e estão «muito alinhados» na estratégia de Defesa.
 
Em declarações à agência de notícias Lusa após uma reunião, em Berlim, com a homóloga alemã, Annegret Kramp-Karrenbauer, o Ministro referiu que «não há nenhuma divergência» entre Portugal e a Alemanha, o que permitiu elevar a conversa para um «nível mais estratégico», pensando no «médio e longo termo, e não apenas nas questões do imediato».

Os governantes de Portugal e da Alemanha, países que compõem, com a Eslóvenia, o Trio de Presidências do Conselho da União Europeia, discutiram as prioridades para uma Europa mais forte no domínio da segurança e defesa.
 
João Gomes Cravinho referiu também que a pandemia da Covid-19 proporcionou «novas pistas de trabalho» com várias «lições a aprender»:
 
«É uma oportunidade extraordinária para pensarmos como nós, europeus, podemos desenvolver mecanismos para, no futuro, nos apoiarmos uns aos outros através dos nossos instrumentos militares em caso de uma emergência civil», acrescentou.
 
O comunicado conjunto, elaborado pelos dois países a propósito do encontro, refere a «necessidade de continuar num caminho comum para fortalecer a capacidade da União Europeia de agir» no campo da defesa.
 
Os dois ministros convergem na «necessidade de prosseguir o reforço da capacidade de ação da União Europeia, através de progressos das várias iniciativas europeias em matéria de defesa»,  pode ler-se no documento, que reafirma «a intenção de alcançar resultados nos projetos da Cooperação Estruturada Permanente (PESCO), no Mecanismo Europeu de Apoio à Paz e no Fundo Europeu de Defesa, de forma a reforçar a base tecnológica e industrial de defesa europeia, entre outros».