Saltar para conteúdo

Notícias

2020-11-13 às 17h54

Ministro da Defesa Nacional dá posse ao Vice Chefe do Estado-Maior da Força Aérea

Ministro da Defesa Nacional, João Gomes Cravinho, na cerimónia de tomada de posse do Vice-Chefe do Estado-Maior da Força Aérea, Lisboa, 13 novembro 2020

O Ministro da Defesa Nacional, João Gomes Cravinho, presidiu à cerimónia de tomada de posse do Vice-Chefe do Estado-Maior da Força Aérea (Vice-CEMFA).
 
O Tenente-General Rafael Martins sucede ao Tenente-General José Mata, que passa à situação de reserva e a quem o Ministro da Defesa Nacional manifestou «elevado apreço pelo trabalho realizado», quer na reorganização do dispositivo da Força Aérea, quer na «bem-sucedida mudança de paradigma em curso na gestão dos meios aéreos de combate aos incêndios rurais».
 
O Ministro sublinhou a «confiança» que a nomeação do Tenente-General Rafael Martins como Vice-CEMFA lhe mereceu, acrescentando: «Nestas novas funções, continuará a dar provas das elevadas qualidades profissionais e humanas que tem demonstrado até aqui».
 
O governante reiterou ainda a importância que atribui à Força Aérea e à sua manutenção como uma «força de elite, moderna, atrativa e de elevada competência» face aos desafios atuais.
 
«É necessário preservar as nossas capacidades, de modo a assegurar as missões atuais», mas também é «fundamental garantir uma permanente capacidade de ajuste e de resposta atempada às solicitações que possam surgir, e que têm surgido, confirmando as Forças Armadas como uma parte indispensável da mobilização nacional contra a Covid-19, objeto de reconhecimento e de gratidão por parte dos portugueses», afirmou o Ministro da Defesa Nacional.
 
Nesta cerimónia, que decorreu no Salão Nobre com um número reduzido de participantes, estiveram presentes o Secretário de Estado Adjunto e da Defesa Nacional, Jorge Seguro Sanches, a Secretária de Estado dos Recursos Humanos e Antigos Combatentes, Catarina Sarmento e Castro, o Chefe do Estado-Maior da Força Aérea, General Joaquim Nunes Borrego, dirigentes do Ministério da Defesa e comandantes da Força Aérea Portuguesa.