Saltar para conteúdo

Notícias

2019-11-06 às 18h04

Unidade de Controlo Costeiro da GNR salvou 700 vidas no Mar Egeu em 2019

Ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita, na comemoração do 11.º aniversário da Unidade de Controlo Costeiro da GNR, Lisboa, 6 novembro 2019
O Ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita, destacou que a Unidade de Controlo Costeiro da GNR salvou 700 vidas no Mar Egeu em 2019 e «é o espelho nobre dos melhores valores da solidariedade europeia».

Em Lisboa, na comemoração do 11.º aniversário da unidade, o Ministro sublinhou a ação desenvolvida para garantir a segurança europeia e a afirmação da solidariedade europeia através do salvamento de vidas de migrantes entre a Turquia e a Grécia.

Eduardo Cabrita afirmou também que a Unidade de Controlo Costeiro tem uma dimensão múltipla, realçando a salvaguarda de valores ambientais, o combate aos ilícitos fiscais e aduaneiros, a prevenção da criminalidade e o controlo das fronteiras externas da União Europeia, e da afirmação dos valores de coesão e solidariedade.

O Ministro disse que o objetivo futuro passa por aprofundar as funções da unidade da GNR e clarificar o seu relacionamento com outras estruturas do Estado, nomeadamente a Marinha portuguesa e a Polícia Marítima.

A União Europeia terá também o desafio de criar uma Guarda Costeira Europeia até 2027 que incluirá cerca de 10 mil efetivos capazes de promover a interligação entre as diversas guardas costeiras nacionais. «É um desafio que obrigará nos próximos anos a um aprofundamento e redefinição do papel desta unidade», afirmou.