Saltar para conteúdo

Notícias

2021-04-16 às 12h28

UNESCO associa-se às celebrações do centenário de José Saramago e da primeira travessia do Atlântico Sul em avião

Imagem de Gago Coutinho e Sacadura Cabral num dos hidroaviões com que fizeram a travessia aérea do Atlântico sul em 1922 (foto; Instituto Camões)
A Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO) associou-se à organização para as celebrações do centenário de José Saramago e para a primeira travessia do Atlântico Sul em avião, realizada por Gago Coutinho e Sacadura Cabral.

As duas datas vão ser celebradas em 2022 e o apoio simbólico da  UNESCO foi agora aprovado na 211.ª sessão do conselho executivo, que decorre em simultâneo em Paris e por videoconferência.

O embaixador de Portugal na UNESCO, António Sampaio da Nóvoa, disse numa declaração à agência de notícias Lusa que houve uma «grande abertura» por parte dos outros países ao apoio aos dois marcos do calendário nacional para o próximo ano.

«Cada país pode propor dois aniversários por biénio e escolhemos dois que nos pareceram óbvios, e que dos contactos que tivemos aqui houve logo uma grande abertura para isso e logo recebemos o apoio de Angola, Brasil, Cabo Verde, Espanha, Guiné Equatorial e Moçambique», indicou.

No caso da travessia de Gago Coutinho e Sacadura Cabral, o embaixador disse que Portugal obteve «o apoio de Cabo Verde e Brasil, países que integraram o itinerário dos dois aviadores».