Saltar para conteúdo

Notícias

2020-09-21 às 21h03

Seis municípios da região Norte vão poder concorrer a financiamento para obras de saneamento

Ministro do Ambiente e da Ação Climática, Pedro Matos Fernandes, na inauguração do do Parque Urbano de Cete, Paredes, 21 setembro 2020

O Ministro do Ambiente e da Ação Climática, João Pedro Matos Fernandes, afirmou que vai ser disponibilizada uma dotação global de seis milhões de euros do atual quadro comunitário para obras de saneamento em municípios que têm menos de 80% de rede de saneamento, mais de 350 habitantes por quilómetro quadrado e cuja intervenção tem de, pelo menos, servir mais mil alojamentos.

Os seis municípios da região Norte abrangidos por este investimento, que surge no âmbito do Programa Operacional Sustentabilidade e Eficiência no Uso de Recursos (POSEUUR) são: Felgueiras, Lousada, Oliveira de Azeméis, Paredes, Santo Tirso e Trofa.

João Pedro Matos Fernandes disse que, para o efeito, que será aberto um aviso, no dia 12 de outubro, prolongando-se até 19 de novembro. Cada município poderá receber assim até 1,6 milhões de euros de candidatura, correspondendo a dois milhões de investimento.

«Obviamente, estes municípios vão concorrer entre si», explicou o Ministro, em Paredes, na inauguração do Parque Urbano de Cete.

O Ministro referiu também que aquelas seis autarquias serão as que, no próximo quadro comunitário, «maior atenção vão ter de merecer», devido aos atrasos que apresentam nas taxas de cobertura de saneamento.

 

Requalificação de estações de tratamento de águas residuais

 

Ao mesmo tempo serão lançados mais dois avisos o primeiro, de três milhões de euros, para locais onde existem ainda problemas na qualidade de água na captação, nomeadamente nos distritos de Vila Real e Bragança, e o segundo, de um milhão que euros, para a estação de tratamento de águas residuais (ETAR) de Marco de Canaveses.

João Pedro Matos Fernandes disse também que estão reunidas as condições para que a ETAR de Arreigada, no vizinho concelho de Paços de Ferreira, recentemente requalificada, esteja a funcionar em pleno durante o mês de outubro, o que beneficiará Paredes.

Aquela ETAR, que drena para o rio Ferreira, tem sido identificada como o principal foco poluidor da linha de água, prejudicando sobretudo o concelho de Paredes, a jusante.