Saltar para conteúdo

Notícias

2020-05-12 às 11h23

Reabertura de restaurantes só com segurança garantida de trabalhadores e consumidores

Compromisso entre Governo e parceiros sociais para a retoma económica
Ministro de Estado, da Economia e da Transição Digital, Pedro Siza Vieira, durante a cerimónia de assinatura, Lisboa, 12 maio 2020 (Foto: João Bica)
O Ministro de Estado, da Economia e da Transição Digital, Pedro Siza Vieira, afirmou que os restaurantes só serão reabertos quando for possível garantir segurança aos trabalhadores e consumidores.

Na cerimónia de assinatura da declaração de Compromisso entre o Governo e os parceiros sociais para a retoma económica e de assinatura do protocolo de cooperação entre a Associação da Hotelaria, Restauração e Similares de Portugal (AHRESP) e a Direção-Geral da Saúde, o Ministro sublinhou a necessidade de tomar as precauções necessárias.

«Se tudo correr bem, faremos uma avaliação durante esta semana em conjunto com a Direção-Geral da Saúde, com um conjunto de técnicos que acompanham o Governo nesta matéria, em discussão com parceiros sociais e com partidos políticos, e veremos se há condições para avançarmos para a fase seguinte», disse o Ministro.

Pedro Siza Vieira referiu que «a fase seguinte é marcada por um conjunto de restrições que são levantadas, entre as quais, talvez uma das mais impressivas do lado da economia, a reabertura dos estabelecimentos de restauração e bebidas».

«É importante que este restabelecimento da nossa normalidade da vida societária se faça de acordo com precauções que ofereçam quer aos trabalhadores quer aos consumidores uma experiência segura e sobretudo rodeada das cautelas necessárias para manter sob controlo os números de propagação da epidemia», reiterou.

Na cerimónia, intervieram ainda o Primeiro-Ministro António Costa e a Ministra do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, Ana Mendes Godinho.