Saltar para conteúdo

Notícias

2020-10-21 às 20h54

Queremos um Alentejo forte, renovado e de olhos postos no futuro

Ministra da Coesão Territorial, Ana Abrunhosa, na Portugal Air Summit, Ponte de Sor, 21 outubro 2020

«Queremos que o Alentejo se renove e robusteça, que construa e aproveite as universidades, os politécnicos, os centros de conhecimento e laboratórios colaborativos. Que combata, ao nosso lado, essa ideia de Interior pobre e rural, porque hoje tem opções e pode escolher novos caminhos. E pode voar até eles», afirmou a Ministra da Coesão Territorial, Ana Abrunhosa.

A Ministra falava no Portugal Air Summit, a maior cimeira ibérica de aeronáutica que se realiza pela quarta vez em Ponte de Sor, onde também foi assinado um protocolo entre o CEiia e a empresa Desaer para o desenvolvimento de uma aeronave ligeira de nova geração para um mercado de curtas distâncias, multi-configurável para maior flexibilidade na logística de passageiros e mercadorias, desenhada para menores custos operacionais e maior sustentabilidade, prevendo ainda a evolução para plataforma neutra em carbono.

Ana Abrunhosa referiu, na sua intervenção, que os fundos europeus do Programa Operacional Regional Alentejo 2020 vão permitir um investimento de 6 milhões de euros destinados «à contratação de 58 profissionais altamente qualificados» para este e outros projetos da região.

Este «é um projeto estruturante para Ponte de Sor, para Portalegre, para a região do Alentejo, mas, acima de tudo, para o país», disse a Ministra, acrescentando que o seu papel «enquanto governante com a tutela dos fundos europeus regionais, é garantir que estes fundos possam servir para a aposta em áreas estratégicas, como esta»  e «garantir que que eles «sejam uma arma no combate às desigualdades e um instrumento de afirmação dos territórios».

Ana Abrunhosa classificou ainda o Alentejo como uma região que investe «num futuro de inovação, de tecnologia e de conhecimento, com empresas preparadas e alavancadas em ciência» e  «onde se trabalha a partir da transferência de conhecimento e tecnologia da academia para as empresas, em rede, num esforço conjunto de que todos beneficiam, mobilizando a região e envolvendo todos os atores».