Saltar para conteúdo

Notícias

2020-05-13 às 16h17

«Quatro grandes medidas» para mitigar eventual redução de operacionais no combate aos incêndios

A Secretária de Estado da Proteção Civil, Patrícia Gaspar, afirmou que o Governo tem «quatro grandes medidas» previstas para mitigar o eventual impacto da redução de operacionais no combate aos incêndios como resultado da pandemia de Covid-19.

Na Assembleia da República, durante a Comissão de Agricultura e Mar, a Secretária de Estado destacou que a redução do risco de contaminação entre operacionais do Dispositivo Especial de Combate a Incêndios Rurais (DECIR) é um «aspeto absolutamente fundamental este ano».

«Temos neste momento quatro grandes medidas pensadas, que têm a ver com a rotatividade do dispositivo, utilização de forças de redundância, balanceamento (equilíbrio) de meios entre distritos e reforço da vigilância em áreas críticas», referiu Patrícia Gaspar.

O Dispositivo tem um duplo desafio em 2020: garantir o combate aos incêndios rurais e a proteção da floresta e, em simultâneo, proteger os operacionais que possam contrair Covid-19.

O DECIR conta com «um acréscimo de 3% face aos números de 2019 e um acréscimo de 18% face à média dos últimos anos», com números absolutos de 11827 operacionais, apoiados por 2664 veículos e 60 meios aéreos.

Se os incêndios atingirem situações de maior complexidade, estão previstos até 18 grupos de reforço em diferentes distritos que podem ser balanceados em função dos riscos e das ocorrências e equipas de postos de comando preparadas para incêndios de maior de complexidade, bem como equipas de reconhecimento e avaliação e máquinas pesados ao nível concelhio para apoiar a extinção e operações de rescaldo.

Patrícia Gaspar acrescentou que os números de 2020 são encorajadores até ao momento. «É o melhor ano dos último dez, quer em termos do número de ocorrências, quer em termos de área ardida», disse.

Para garantir a segurança de todos os operacionais, e no âmbito do material pago pelo Estado para combater a Covid-19, foram distribuídos 700 mil equipamentos de proteção individual pelos corpos de bombeiros.

A Secretária de Estado disse ainda que está a decorrer um concurso para aquisição de 10 mil equipamentos de proteção individual para combater incêndios.