Saltar para conteúdo

Notícias

2020-12-18 às 17h04

Programa Emprego + Digital arranca com 23500 inscritos

Apresentação do projeto Emprego + Digital
Ministro de Estado, da Economia e da Transição Digital, Pedro Siza Vieira, na apresentação do programa Emprego + Digital, Lisboa, 18 dezembro 2020
O programa Emprego + Digital arranca com 23500 pessoas inscritas para reforço da presença digital e da incorporação tecnológica em contexto de trabalho.
 
Ao todo, foram apresentadas até ao momento 22 candidaturas por parte de associações empresariais de Norte a Sul do país. Este programa conta com um investimento de 6,3 milhões de euros por parte Instituto de Emprego e Formação Profissional (IEFP).
 
Considerando as candidaturas apresentadas, estão já protocoladas mais de 2,2 milhões de horas de formação.
 
Até final de 2021, prevê-se que sejam abrangidas 25 mil pessoas.
 
Este projeto resulta de uma parceria entre o IEFP, a Confederação Empresarial de Portugal (CIP) e a Estrutura de Missão Portugal Digital.
 
Entre os principais objetivos do programa estão o incremento das competências digitais como fator inclusivo dos trabalhadores, a promoção da capacitação e inclusão digital das pessoas e a transformação das empresas. Desta forma, favorece-se um mais rápido ajustamento entre a oferta e procura de competências e qualificações do mercado de trabalho na área digital, e minimiza-se o impacto da automação no mercado de trabalho.
 
A formação profissional na área digital é uma prioridade na qualificação e requalificação de pessoas empregadas e desempregadas. «O objetivo é que todas as pessoas em situação de desemprego tenham uma oferta de formação adequada ao seu nível de competências até 2023», afirmou a Ministra do Trabalhado, Solidariedade e Segurança Social, Ana Mendes Godinho.
 
O Ministro de Estado, da Economia e Transição Digital, Pedro Siza Vieira, acrescentou que «o investimento na qualificação e reforço da capacitação digital da população empregada é indispensável para a transição digital. É, por isso, essencial continuar a mobilizar recursos públicos para concretizar este objetivo que contribuirá, de forma decisiva, para o crescimento da competitividade e produtividade da economia nacional».
 
O programa Emprego + Digital foi oficialmente apresentado esta sexta-feira, dia 18 de dezembro, em sessão online, pelo Ministro de Estado, da Economia e da Transição Digital, Pedro Siza Vieira, pela Ministra do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, Ana Mendes Godinho e pelo Presidente da CIP, António Saraiva.
 
Ao abrigo do programa Emprego + Digital serão conduzidas cerca 1500 ações de formação especializada na área digital, que respondam a necessidades transversais das empresas diagnosticadas junto das associações empresariais associadas, quer ao nível das tecnologias da informação e comunicação, quer ao nível da operação digital de equipamentos e da sua manutenção.
 
As ações serão dinamizadas através dos centros protocolares e das associações empresariais associadas da CIP. Terão início já na próxima semana e vão decorrer até ao final de 2021.