Saltar para conteúdo

Notícias

2021-01-17 às 19h07

«Portugueses precisam de saber que estamos muito próximos do limite»

A Ministra da Saúde, Marta Temido, afirmou que o sistema de saúde em Portugal – o Serviço Nacional de Saúde, o setor social e privado, e as estruturas de retaguarda – está muito próximo do limite.

«Os portugueses precisam de saber que estamos muito próximos do limite. Estamos a pôr todos os meios que existem no País a funcionar mas há um limite e estamos muito próximos», reiterou a Ministra depois de uma reunião no Hospital Garcia de Orta, em Almada.

Marta Temido frisou que a evolução da situação epidemiológica em Portugal, com recorde de internamentos e de doentes em unidades de cuidados intensivos, «é um sinal de elevada preocupação» e sublinhou que a saúde «está numa situação de extremo esforço».

O aumento da capacidade de resposta à pressão acrescida pelos casos de Covid-19 afeta diretamente o tratamento de outras patologias e, por isso mesmo, é fundamental conter o agravamento da situação: «Sempre que temos de internar um doente por Covid-19, é outro ato de saúde que tem de ser diferido», acrescentou.

A Ministra referiu também que parece haver um menor incómodo dos portugueses «face aos óbitos, face aos internamentos, face aos contágios», e apelou a todos para ficarem em casa e cumprirem as recomendações. «Senão, não vamos conseguir enfrentar isto», disse.

«Toda a gente está a fazer sacrifícios, mas precisamos de nos esforçar mais como comunidade para garantir que se separaram as cadeias de transmissão, porque senão não há sistema de saúde que aguente», afirmou.