Saltar para conteúdo

Notícias

2020-06-15 às 16h33

Portugal apoia pacote europeu para a recuperação económica

A quatro dias da reunião do Conselho Europeu, que decorre na próxima sexta-feira, 19 de junho, teve lugar uma Reunião Informal dos Ministros da Coesão, por videoconferência, para debater os apoios previstos no plano para a recuperação económica proposto pela Comissão Europeia – o instrumento para a recuperação chamado Next Generation.
 
O Governo português considera que o Next Generation «constitui uma resposta adequada à crise dramática e aos desafios coletivos que ela impõe à União Europeia», explicou o Ministro do Planeamento, Nelson de Souza, ao manifestar o apoio de Portugal à proposta financeira da Comissão Europeia para responder à crise pandémica.

O Ministro considerou ainda que os diferentes tipos de apoio previstos «são adequados e articulam a perspetiva da Política de Coesão com a necessidade de reparar os danos provocados pela crise pandémica», tendo apelado a que os fundos sejam disponibilizados a um ritmo mais acelerado.
 
O representante de Portugal sublinhou ainda a importância da próxima reunião do Conselho Europeu, dando nota de que «os líderes terão em mãos a responsabilidade de decidir sobre o pacote dos apoios», enquanto que, para os Ministros responsáveis pela Política de Coesão, o foco deve estar na rápida agilização desses mecanismos.
 
Com esse objetivo, Nelson de Souza considerou fundamental um compromisso no sentido de ter o Fundo REACT, que antecipará 55 mil milhões de euros dos fundos de Coesão para uma reação rápida aos impactos mais diretos da crise (emprego, saúde, PME, etc), decidido e operacional no próximo outono, mas contemplando as despesas feitas desde o início da pandemia.
 
Finalmente, o Ministro agradeceu à Comissão Europeia, em especial à Comissária Elisa Ferreira, «por ter trabalhado para colocar a Coesão na linha da frente das prioridades no que toca ao apoio às regiões mais afetadas neste tempo de dificuldades».