Saltar para conteúdo

Notícias

2020-04-02 às 16h34

Polícias e bombeiros são prioritários nos testes à Covid-19

Secretária de Estado da Administração Interna, Patrícia Gaspar, na visita à unidade de apoio em Aveiras de Cima, Azambuja, 2 abril 2020
As forças e serviços de segurança e os bombeiros vão ser prioritários nos testes à Covid-19, afirmou a Secretária de Estado da Administração Interna, Patrícia Gaspar, no final de uma visita à estrutura de apoio local de Aveiras de Cima, na Azambuja, uma das 470 unidades criadas em todo o País com o apoio da Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil (ANEPC).

«A partir de hoje vamos ter uma linha prioritária para a forças e serviços de segurança e também para bombeiros e aos poucos estamos a consolidar e estruturar este sistema porque têm de ter um trabalho diferenciado nesta questão dos testes e por cada elemento suspeito há uma série de elementos que acabam por ficar também em isolamento e impossibilitados de cumprir a sua ação», disse Patrícia Gaspar.

A Secretária de Estado disse que é necessário «despistar o mais depressa possível» os elementos das forças e serviços de segurança e os bombeiros, uma vez que têm «um papel fundamental na manutenção da ordem e na garantia de que tudo corra da melhor forma possível». 

Patrícia Gaspar relembrou ainda a recente colaboração entre a área da saúde e a Cruz Vermelha, além da articulação com as Forças Armadas, acrescentando que estão a ser gradualmente operacionalizadas outras linhas prioritárias em diferentes pontos do País, uma vez que se trata de «uma ocorrência» com dimensão nacional.

Distribuição de equipamentos por bombeiros e polícias

Na declaração final à comunicação social a Secretário de Estado fez também um ponto da situação sobre a distribuição de equipamentos de proteção individual pelas corporações de bombeiros e polícias:

«Conseguimos fazer uma primeira distribuição junto das forças e serviços de segurança de 10 mil máscaras; há dois dias foi distribuído 30 mil pelos corpos dos bombeiros e ontem voltamos a distribuir cerca de 120 mil máscaras pelas forças de segurança», disse.

Patrícia Gaspar referiu ainda que, nos próximos dias, vai existir um novo reforço.