Saltar para conteúdo

Notícias

2020-06-17 às 18h14

Orçamento Suplementar aposta na saúde, no apoio social e na preservação das empresas

Ministro de Estado, da Economia e da Transição Digital, Pedro Siza Vieira, durante o debate na generalidade do Orçamento Suplementar na Assembleia da República, Lisboa, 17 junho 2020 (Foto: Manuel de Almeida/Lusa)
O Ministro de Estado, da Economia e da Transição Digital, Pedro Siza Vieira, destacou que o Orçamento Suplementar para 2020 é «a tradução, com recursos nacionais conjugados com recursos europeus mobilizados para esta emergência, do objetivo de, até ao final do ano, assegurar uma melhor resposta na saúde, um melhor apoio social e uma melhor capacidade de preservar o funcionamento das empresas».

Na Assembleia da República, durante o debate para aprovação na generalidade do documento, o Ministro salientou a necessidade de «apostar e investir no sistema de saúde, dar respostas sociais a quem de repente ficou privado de rendimento ou com o rendimento diminuído, apoiar as Pequenas e Médias Empresas e as empresas que de repente ficaram sem atividade económica mas que precisam de preservar a capacidade produtiva para estarem preparadas para a retoma».

Pedro Siza Vieira reiterou a importância de uma resposta forte do Estado para apostar numa reconstrução rápida e que, em sintonia com as metas da União Europeia, «lance as fundações de uma sociedade mais justa, mais ecológica e mais inclusiva».

«Não sabemos qual vai ser o ritmo da retoma internacional, mas sabemos que quanto mais determinada for a resposta nacional que formos capazes de dar, quanto mais mantivermos coesa a nossa comunidade, quanto mais mantivermos a preservação das nossas empresas e do emprego no nosso País, melhor estaremos preparados para no futuro responder a esta necessidade de retoma», acrescentou.