Saltar para conteúdo

Notícias

2021-03-26 às 15h50

Novo quartel da GNR em Cucujães é um «bom exemplo» da descentralização

Ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita, na cerimónia de inauguração do Posto Territorial da GNR de Cucujães, 26 março 2021
O Ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita, afirmou que o novo quartel da Guarda Nacional Republicana (GNR) de Cucujães é um «bom exemplo» da descentralização e da agilização de procedimentos na cooperação com a autarquia de Oliveira de Azeméis.

Na cerimónia de inauguração das novas instalações do Posto Territorial de Cucujães, Oliveira de Azeméis, que tem 21 militares afetos e serve mais de 17 mil habitantes, o Ministro referiu que esta era «uma questão há muito adiada» e agradeceu a «dedicação e profissionalismo» dos militares que trabalharam em «condições bastante difíceis» nos últimos anos e, sobretudo, no último ano, em contexto de pandemia.

As instalações representaram um investimento de 528 mil euros, no âmbito da Lei de Programação de Infraestruturas e Equipamentos das Forças e Serviços de Segurança 2017-21, tendo a autarquia de Oliveira de Azeméis sido responsável pelo concurso público para a requalificação e a Junta de Freguesia de Cucujães cedido o edifício de uma antiga e desativada repartição de finanças.

«À Junta de Freguesia agradecemos a cedência da instalação, que era da sua titularidade, e que estava abandonada há bastante tempo. À Câmara Municipal, não só o empenho na concretização da obra mas também o papel decisivo no lançamento do concurso, o acompanhamento da execução da obra, no âmbito de um contrato administrativo que, também aqui, se revelou um exemplo de parceria descentralizada fundamental, que não seria possível desenvolver se estivéssemos apenas a utilizar os recursos centrais do Ministério da Administração Interna»

O Ministro salientou que esta ação pública é especial por servir de «sinal de esperança» no alívio das restrições impostas e por marcar o concretizar de um compromisso assumido após tomar posse em 2017.

Eduardo Cabrita acrescentou também que o projeto arquitetónico do novo posto de Cesar, numa freguesia vizinha, está em execução e o objetivo é que se possa concluir «com a maior celeridade e o maior empenho».