Saltar para conteúdo

Notícias

2020-02-12 às 16h00

Novo protocolo leva formação tecnológica a reclusos

O Secretário de Estado Adjunto e da Justiça, Mário Belo Morgado, assinou no Estabelecimento Prisional de Leiria um protocolo conjunto da 
Direção-Geral de Reinserção e Serviços Prisionais (DGRSP), do Instituto de Gestão Financeira e Equipamentos da Justiça (IGFEJ) e do Centro Protocolar da Justiça (CPJ) com a Cisco Systems Portugal para a formação de jovens reclusos, em regime de eLearning, na área das Tecnologias da Informação e Comunicação.

O protocolo, assente nas políticas de reinserção do Governo, tem como objetivo potenciar as sinergias existentes em cada instituição e constitui um marco na formação profissional em estabelecimentos prisionais.

Mais especificamente, pretende-se fomentar o desenvolvimento de atividades formativas, em regime de eLearning, na área das tecnologias da informação e comunicação. Está por isso previsto um amplo programa de desenvolvimento de qualificações profissionais tecnológicas que inclui cursos online, avaliações, estudos de caso e ferramentas interativas fornecidas através da plataforma de colaboração.

O protocolo não envolve contrapartidas financeiras por parte da DGRSP e permitirá dar destino útil a equipamento informático do IGFEJ já descontinuado.

No âmbito da iniciativa, Mário Belo Morgado sublinhou que «um Estado moderno, capaz de assegurar a liberdade e a segurança dos cidadãos, não dispensa um sistema de justiça com respostas prontas e suficientemente dissuasoras da criminalidade bem como, no plano da execução das penas, não se dispensa uma cultura claramente focada na reinserção e na prevenção da reincidência, áreas em que assume relevância decisiva – a par do trabalho prisional e do desporto - a formação profissional».

Para o Secretário de Estado capacitar os cidadãos reclusos através da formação profissional é uma obrigação da área governativa da Justiça.