Saltar para conteúdo

Notícias

2020-05-13 às 16h12

Museus, monumentos e palácios reabrem a partir de 18 de maio

Os museus, monumentos e palácios vão reabrir a partir de 18 de maio, Dia Internacional dos Museus, com «uma geometria flexível e variável» de regras de segurança adaptadas aos espaços, afirmou a Secretária de Estado Adjunta e do Património Cultural, Ângela Ferreira, numa audição na Comissão de Cultura e Comunicação da Assembleia da República.

A Secretária de Estado acrescentou que os trabalhadores regressam aos museus, monumentos e palácios em «equipas rotativas e alternadas», havendo «trabalhadores que não vão voltar ao trabalho, por integrarem grupos de risco».

A Direção-Geral do Património Cultural preparou um manual orientador para a reabertura destes equipamentos culturais, que estiveram cerca de dois meses encerrados, devido à Covid-19, que deverá ainda ser aprovado pelo Governo.

Ângela Ferreira disse que será dada prioridade a visitas de grupo, de lotação mais reduzida, devendo a venda de bilhetes ser previamente agendada com o museu a visitar, e os pagamentos feitos por multibanco.

Os trabalhadores terão equipamentos de proteção individual, como máscaras, que serão entregues periodicamente a cada museu.

O Conselho de Ministros de 30 de abril aprovou o Plano de Desconfinamento, que previa a reabertura de livrarias, bibliotecas e arquivos a 4 de maio, e de museus, palácios, galerias e monumentos, a 18 de maio.

Cinemas, teatros, auditórios e salas de espetáculos podem abrir em 1 de junho, com lugares marcados, lotação reduzida e distanciamento físico.
Áreas:
Cultura