Saltar para conteúdo

Notícias

2021-03-16 às 17h23

Meio milhão de trabalhadores testados nas escolas no primeiro «varrimento»

Ministro da Educação, Tiago Brandão Rodrigues, e Secretários de Estado Inês Ramires e Diogo Serras Lopes na visita à Escola Básica/Jardim de Infância Telha Nova, Barreiro, 16 março 2021
O Ministro da Educação, Tiago Brandão Rodrigues, afirmou que mais de 50 mil professores e funcionários das escolas vão ser testados à Covid-19 nesta primeira semana de regresso às atividades presenciais, da educação Pré-Escolar e do 1.º ciclo.  

Na visita à Escola Básica/Jardim de Infância Telha Nova, no Barreiro, o Ministro destacou que esta segunda fase de testagem em escolas e jardins de infância, que hoje se iniciou, vai ser »ainda mais exigente», apesar dos mais de 65 mil testes feitos na primeira fase, que começou no dia 20 de janeiro.

O novo processo prevê a testagem de todo o pessoal docente e não docente, começando nos jardins-de-infância e nas escolas do 1.º ciclo, públicas e privadas, seguindo-se os restantes níveis de ensino, à medida que for retomado o ensino presencial. «No total temos um universo de mais de meio milhão de pessoas a serem testadas», entre trabalhadores e alunos do ensino secundário, disse.

Tiago Brandão Rodrigues salientou a ainda mais maior exigência desta nova fase de rastreio: «É uma ação importante para coadjuvar o esforço das autoridades de saúde pública, naquilo que é um esforço coletivo, também individual, para poder mitigar a propagação do vírus», reforçando a confiança dos encarregados da educação, que aderiram praticamente a 100% a este regresso das crianças às escolas, jardins de infância e creches.

O Ministro da Educação, a Secretária de Estado da Educação, Inês Ramires, e o Secretário de Estado da Saúde, Diogo Serras Lopes, acompanharam o processo de testagem neste centro escolar barreirense, frequentado por mais de 450 crianças, e onde esta manhã foram testados mais de 50 professores e trabalhadores não docentes.