Saltar para conteúdo

Notícias

2019-11-06 às 18h51

Investimento estrangeiro em Portugal «representa sinal de confiança na economia»

Primeiro-Ministro António Costa no anúncio de investimento da Nokia em Portugal durante a Web Summit, Lisboa, 6 novembro 2019 (Foto: António Cotrim/Lusa)
O Primeiro-Ministro António Costa afirmou que o anúncio de abertura de um novo centro de excelência da Nokia em Alfragide «representa um sinal de confiança na economia portuguesa, porque está a ser criado no País emprego mais qualificado».

Em Lisboa, durante a visita à Web Summit, o Primeiro-Ministro esteve presente no anúncio feito pela multinacional tecnológica finlandesa acompanhado pelos Ministros de Estado, da Economia e da Transição Digital, Pedro Siza Vieira, e da Educação, Tiago Brandão Rodrigues.

António Costa destacou a longevidade das relações entre a Nokia e Portugal. «[A Nokia] Conhece-nos há muito tempo e sabe qual a capacidade dos quadros portugueses. Não estamos perante um caso de amor à primeira vista. Há um conhecimento que vem de longe», disse.

«Mais do que para o Governo, este investimento é importante para a sociedade portuguesa. Significa que investir na educação e na qualidade dos recursos humanos é a melhor chave para o desenvolvimento de Portugal», acrescentou.

A implementação do centro de excelência na unidade de Alfragide, Oeiras, significa a contratação de mais cem engenheiros, que se vão juntar aos cerca de dois mil funcionários já empregados pela empresa finlandesa.

Durante a visita à Web Summit, o Primeiro-Ministro António Costa esteve também reunido com o presidente da Microsoft Brad Smith, e com o diretor-chefe de tecnologia da Procter & Gamble, Alan Boehme, para abordar temas como o ecossistema da inovação e o apoio a jovens empreendedores.

Durante a tarde, António Costa visitou também os três pavilhões de exposição e teve a oportunidade de falar com vários jovens empreendedores portugueses, assim como conhecer os projetos para Portugal de gigantes tecnológicos como a Google, a Microsoft ou a Siemens.